Portal de Angola
Informação ao minuto

Entre golos e bolas ao poste: Marítimo e Sporting dividem pontos

(Foto Homem de Gouveia/EPA)

O Marítimo recebeu este domingo o Sporting na Madeira numa partida sem vencedores.

Marítimo e Sporting empataram hoje a um golo, em jogo da primeira jornada da I Liga portuguesa de futebol, disputado no Funchal, com os ‘leões’ a continuarem sem vencer nesta temporada.

Num jogo aberto e bem jogado, escreve a TSF, com intensidade e emoção até ao apito final, foi o Marítimo o primeiro a marcar por Getterson, aos 08 minutos, com Coates a restabelecer a igualdade aos 29 minutos.

Depois da pesada derrota ante o Benfica na Supertaça (5-0), o Sporting procurava nesta primeira jornada transmitir uma outra imagem, o que a espaços conseguiu, mas faltou consistência e frescura física para mais e melhor.

O Sporting entrou muito bem no jogo e logo aos 02 minutos esteve perto do golo, quando após um centro de Raphinha, Zainadine antecipou-se a Luíz Phellype, dominando o lance que parecia destinado a golo.

O Sporting tinha ascendente, mas foi o Marítimo a chegar ao golo, à passagem dos 08 minutos, após um erro de Thierry Correia que foi aproveitado por Jhon Cley para assistir Getterson para o tento inaugural.

A equipa leonina reagiu e, aos 25 minutos, após um centro de Acuña, Luíz Phellipe não logrou desviar para a baliza. O Sporting crescia e, três minutos volvidos, foi Bruno Fernandes que propiciou uma grande defesa a Charles.

O golo não tardou e, no minuto seguinte, Bruno Fernandes centrou, surgindo de rompante o central uruguaio Coates a restabelecer a igualdade.

O Sporting era o conjunto mais incisivo e, aos 32 minutos, Raphinha poderia ter colocado a sua equipa na liderança do marcador, mas o remate saiu ao lado.

Após o intervalo, o Marítimo mostrou-se mais cauteloso, com um jogo seguro defensivamente e, procurando em rápidas transições, colocar problemas ao extremo reduto do Sporting.

O Sporting dominava as operações e, aos 55 minutos, foi o central Zainadine, com um corte providencial, a evitar que o remate de Bruno Fernandes levasse a direção da baliza.

Com o tempo a passar e a igualdade a subsistir, Marcel Kaiser retirou Eduardo e lançou Vietto, recuando Wendel para médio mais defensivo. Marcel Keizer trocou ainda Luíz Phellype por Bas Dost.

Todavia, foi o Marítimo que poderia ter marcado, pelo estreante japonês Daizen que, aos 75 minutos, após centro de Correa cabeceou ao poste.

O Sporting respondeu e, aos 79 minutos, num rápido contra-ataque Raphinha disparou ao lado.

O jogo estava partido e, aos 84 minutos, foram novamente os insulares a terem uma oportunidade de marcar, com Jhon Cley solto na área a não acertar com a baliza.

No minuto seguinte foi Renan com uma grande defesa que negou o golo a Correa.

Onze do Sporting: Renan; Thierry Correia, Coates, Mathieu e Borja; Bruno Fernandes, Eduardo e Wendel; Raphinha, Luiz Phellype e Acuña.

Suplentes: Luís Maximiano; Ilori e Neto; Miguel Luís; Vietto, Diaby e Bas Dost.

Onze do Marítimo: Charles; Nanu, Zainadine, Dejan Kerkez e Rúben Ferreira; Bambock, Jhon Cley e Vukovic; Correa, Getterson e Edgar Costa.

Suplentes da formação madeirense: Amir; Lucas Áfrico e René Santos; Daizen Maeda, Barrera, Erivaldo e Marcelinho.

Tiago Martins é o árbitro da partida e terá Pedro Mota e Rui Teixeira como assistentes. Hugo Miguel estará no VAR.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »