- Publicidade-
InicioMundo LusófonoPortugalOito concelhos do país com risco muito elevado de incêndio

Oito concelhos do país com risco muito elevado de incêndio

DN|Lusa

Oito concelhos do país, localizados a sul e na região centro, estão hoje com risco muito elevado de incêndio, de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Loulé, São Brás de Alportel, Tavira, Alcoutim e Castro Marim, no distrito de Faro, são os concelhos do sul do país que estão sob aviso de risco de incêndio, muito elevado, o segundo mais perigoso numa escala de cinco.

Nenhuma zona de Portugal está hoje com risco máximo de incêndio.

Proença-a-Nova e Vila Velha de Rodão, no distrito de Castelo Branco, bem como Marvão, em Portalegre, são os outros concelhos que correm maior risco de incêndio.

Toda a restante zona sul do país e grande parte do centro estão em risco elevado ou moderado, ao passo que o litoral oeste e o norte apresentam um risco reduzido.

São cinco os níveis de risco de incêndio determinado pelo IPMA, que vão de reduzido a máximo, sendo o elevado o terceiro nível mais grave.

Os cálculos para este risco são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Para o dia de hoje o IPMA prevê neblina ou nevoeiro, sobretudo no litoral, durante a manhã, chuva nas regiões norte e centro, em especial no litoral, e vento por vezes forte nas terras altas.

As temperaturas máximas vão oscilar entre os 33º, em Beja, Évora e Santarém, e os 23º, em Viana do Castelo, ao passo que as mínimas vão variar entre os 16º na Guarda, e os 22º, no Funchal.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.