- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Ministérios Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos Ministro da Justiça defende multilateralismo nas relações internacionais

Ministro da Justiça defende multilateralismo nas relações internacionais

Angop

Angola defende a mediação e o multilateralismo e nas disputas internacionais e junta-se a outros países com os mesmos ideias, afirmou o ministro da Justiça e dos Direitos Humanos, Francisco Queiroz.

De acordo com o ministro, que fez uma caracterização das relações internacionais modernas, que a seu ver evoluíram muito, as decisões sobre o relacionamento internacional não podia manter-se como antes das guerras mundiais.

Hoje a humanidade não pode ficar dependente de decisões de um só Estado, por mais poderoso que este seja, afirmou, na cerimónia de assinatura da Convenção Internacional para o Estabelecimento dos Acordos Resultantes da Mediação e na conferência sobre Mediação e Resolução das Disputas Internacionais, quarta-feira, na Singapura.

Para Francisco Queiroz , as decisões unilaterais do tipo ditatorial imperial das épocas passadas têm de deixar de existir e dar lugar às democráticas multilaterais da época moderna.

Considerou que o papel dos órgãos de deliberação multilaterais das Nações Unidas, das organizações regionais e das organizações não governamentais da sociedade civil, baseadas no Direito Internacional, são hoje absolutamente indispensáveis para garantir o equilíbrio e a justiça no relacionamento global e no comércio internacional.

- Publicidade -
- Publicidade -

Analistas instam Governo moçambicano a investir em políticas efectivas para a juventude

Estudos apontam desemprego, falta de oportunidades e pobreza como factores que "facilitam" o recrutamento de jovens por grupos terroristas Vários estudos e pesquisadores apontam para...
- Publicidade -

Caso Alex Saab: Autoridades cabo-verdianas “pesam” cumprimento ou não de acórdão do Tribunal da CEDEAO

Juristas dizem não haver "obrigatoriedade" no cumprimento do acórdão que mandou colocar enviado especial da Venezuela em prisão preventiva O acórdão do Tribunal da Comunidade...

Diamante rosa do Lulo resulta em três pedras

A lapidação de um diamante rosa bruto de 46 quilates, recuperado na mina do Lulo, Lunda-Norte, em Maio de 2018, deu lugar a três...

Última Hora: Explosão em refinaria na África do Sul provoca grande incêndio

Uma explosão numa refinaria de petróleo na cidade de Durban, na África do Sul, às primeiras horas da manhã, causou um grande incêndio, originando...

Notícias relacionadas

Analistas instam Governo moçambicano a investir em políticas efectivas para a juventude

Estudos apontam desemprego, falta de oportunidades e pobreza como factores que "facilitam" o recrutamento de jovens por grupos terroristas Vários estudos e pesquisadores apontam para...

Caso Alex Saab: Autoridades cabo-verdianas “pesam” cumprimento ou não de acórdão do Tribunal da CEDEAO

Juristas dizem não haver "obrigatoriedade" no cumprimento do acórdão que mandou colocar enviado especial da Venezuela em prisão preventiva O acórdão do Tribunal da Comunidade...

Diamante rosa do Lulo resulta em três pedras

A lapidação de um diamante rosa bruto de 46 quilates, recuperado na mina do Lulo, Lunda-Norte, em Maio de 2018, deu lugar a três...

Última Hora: Explosão em refinaria na África do Sul provoca grande incêndio

Uma explosão numa refinaria de petróleo na cidade de Durban, na África do Sul, às primeiras horas da manhã, causou um grande incêndio, originando...

A vaidade e a falta de humildade de quem diz que o País não tem recursos – Ramiro Aleixo

Uma governação que herda um passivo de crise tão elevado, que obriga os seus cidadãos ao pagamento tão doloroso de uma divida que não...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.