- Publicidade-
InicioMundo LusófonoMoçambiqueMoçambique: Três prisioneiros mortos e nove feridos em tumultos na prisão de...

Moçambique: Três prisioneiros mortos e nove feridos em tumultos na prisão de Nampula

Três reclusos mortos e nove feridos graves em tumulto na maior cadeia no norte de Moçambique, revelaram autoridades locais. A cadeia, situada na província de Nampula, alberga mais de 1.700 reclusos.

Pelo menos três reclusos morreram esta quarta-feira (07.08) durante tumultos protagonizados pelos mais de 1700 reclusos encarcerados no Estabelecimento Penitenciário Regional de Nampula, o maior no norte de Moçambique, anunciou as autoridades policiais. Também há registo de nove feridos, incluindo dois guardas prisionais que sofreram ferimentos ligeiros durante os confrontos com os reclusos, além de danos materiais ainda por calcular.

De acordo com o diretor da prisão, Álvaro Arnaça, citado pela DW, a revolta começou quando um guarda prisional, que fazia a revisão num dos pavilhões da prisão para troca de turno, deixou cair uma granada de gás lacrimogéneo e os reclusos terão reagido de forma violenta.

‘‘E isso criou uma agitação e os reclusos acabavam saindo, e ao saírem do pavilhão [prisional] foram abrindo as portas dos pavilhões de outros colegas. Aproximadamente 1700 reclusos ficaram dentro desta rede, fora dos pavilhões, isso criou uma agitação enorme que não tínhamos como senão utilizar a força. Tentamos negociar com eles, mas não foi possível”, disse o diretor da prisão.

A revolta dos reclusos acabou por criar grandes prejuízos materiais que a instituição ainda está a calcular. O diretor do Estabelecimento Penitenciário de Nampula disse que o incidente vai ser investigado.

‘‘Vandalizaram o Posto de Saúde, queimaram a alfaiataria, colocaram fogo no Controlo Penal, onde tem os processos individuais deles, foram queimar os serviços da reinserção social… Foi um vandalismo enorme. Nesta altura, não podemos fazer a leitura [do prejuízo total] porque estamos a trabalhar e a recolher os dados ”, disse.

Os guardas prisionais e a Unidade de Intervenção Rápida (UIR) só conseguiram dominar a situação uma hora depois do início dos confrontos.

O incidente levou à intervenção dos bombeiros, que conseguiram dominar o fogo. O Hospital Central de Nampula, maior unidade sanitária da região norte do país, confirmou a morte de pelo menos três reclusos, na sequência dos tumultos, além de nove feridos, revelou Bainabo Sahala, a diretora clínica do hospital.

“Nós recebemos nove pacientes, sete dos quais são reclusos e estão sob assistência médica, dois polícias, mas aos polícias demos alta, porque traziam ferimentos ligeiros. E na morgue recebemos três corpos vítimas de baleamento”.

O Estabelecimento Penitenciário Regional de Nampula é o maior centro prisional da região e recebe os reclusos com penas maiores das três províncias do norte de Moçambique. A cadeia, situada na província de Nampula, alberga mais de 1.700 reclusos.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.