Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Acidentes de viação fazem 62 mortos em seis meses na província do Cuanza Norte

Cuanza Sul: ACIDENTE NO MORRO DO CHINGO (Foto: inacio sabino)

Sessenta e dois mortos e 229 feridos constam dos registos das autoridades policiais do primeiro semestre do ano em curso, segundo o balanço da Polícia Nacional na província do Cuanza Norte.

Dados apontam um aumento de 15 mortos e 25 feridos, respectivamente, como resultado de 169 acidentes de viação, uma redução de 17 de sinistros em relação ao primeiro semestre de 2018.

Da lista consta 68 colisões entre veículos, 50 atropelamentos, 28 despistes e nove embates contra obstáculo fixo.

De acordo com o balanço à que a Angop teve acesso, os acidentes causaram danos materiais estimados em mais de 98 milhões de kwanzas.

Mais de 52 milhões de kwanzas constitui o valor das 2.885 multas aplicadas pela polícia, por infracções ao código de estrada e como consequência foram apreendidos 57 veículos, 602 motorizadas, 811 cartas de condução e mais de dois mil documentos de condução automóvel.

No capítulo delituoso, as forças da ordem registaram 768 crimes, mais 70 em relação ao primeiro semestre de 2018, dos quais 611 foram esclarecidos, representando o alcance de uma operatividade policial na ordem dos 80 por cento.

No mesmo período, a polícia deteve 625 indivíduos envolvidos em diversos crimes, nomeadamente 268 ofensas corporais, 206 furtos, 89 roubos, 50 tráficos de estupefaciente (liamba), 26 violações e 14 homicídios.

Com 466 delitos, o município de Cazengo (sede da província) foi o mais delituoso do período em análise, seguido de Cambambe e Ambaca, ambos com 79 crimes registados.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »