- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Moçambique Quelimane: RENAMO saúda acordo de paz no país

Quelimane: RENAMO saúda acordo de paz no país

Centenas de membros e simpatizantes da RENAMO marcharam, este sábado (03.08), em Quelimane, para celebrar o fim das hostilidades militares no país. Partido está forte para eleições de Outubro, garantem partidários.

Centenas de simpatizantes e membros da RENAMO na cidade de Quelimane, juntaram-se, na manhã deste sábado (03.08), e marcharam pelas ruas da urbe para celebrar o acordo de cessação das hostilidades militares no país, assinado na quinta-feira (01.08), na Gorongosa.

A marcha foi encabeçada pelo edil da cidade, Manuel de Araújo. Em entrevista à DW África, o também candidato a governador da província da Zambézia, explicou que esta marcha simboliza as vitórias alcançadas em vários momentos pela RENAMO, no caminho rumo à paz.

″Esta marcha é de alegria e de vitória, ao acordo de cessação das hostilidades que foi assinado há dois dias e às candidaturas dos membros às assembleias provinciais e da República”, disse.

Eleições de Outubro

Costa Amado, um dos simpatizantes que integrou a marcha, explicou à DW que resolveu juntar-se ao seu partido e sair à rua por dois motivos. “Não só pela felicidade de ter sido alcançado o acordo para o fim das hostilidades”, mas também por causa das eleições: “há que referir que com a marcha pretendemos exaltar a entrega das nossas candidaturas à assembleia provincial da Zambézia e da República. Este é um momento de muita alegria”, frisa Costa Amado, acrescentando ainda que, agora em Maputo, Ossufo Momade “terá bons momentos para interagir com os seus membros e preparar a nossa campanha eleitoral, no próximo mês de Setembro”.

Por sua vez, Pedro Andrade, também da RENAMO, aponta outro dos grandes objectivos desta marcha: “informar o povo de que estamos [a RENAMO] muito fortes para a vitória em Outubro”.

O cortejo da RENAMO demorou muitas horas, tendo não só passado pelas avenidas do centro da cidade, mas também por alguns bairros. Ao longo do percurso, os marchantes ergueram bandeiras do partido e entoaram cânticos.

Citiana Domingos, também simpatizante da RENAMO, afirma estar muito feliz pelo facto de saber que Ossufo Momade e Filipe Nyusi se entenderam ao ponto de assinarem um acordo. “A marcha simboliza a saudação do nosso líder Ossufo Momade que, neste momento, acaba de assinar a paz e a desmilitarização dos nossos homens armados. E também viemos saudar o nosso cabeça de lista de Quelimane”.

Este foi um evento orientado pelo secretariado geral da RENAMO, tendo havido marchas para celebrar o fim das hostilidades militares no país em vários pontos de Moçambique.

Campanha eleitoral “dura”

Interrogado acerca das expectativas para as eleições que se aproximam, Manuel de Araújo garantiu que esta será uma conquista “muito dura”. “O que se pode esperar na campanha eleitoral é muito trabalho. Ainda ontem estive no distrito de Alto Molocué e outras zonas… e estamos a trabalhar a todo o gás, a preparar as bases…os nossos militantes estão cientes desta árdua tarefa”, disse.

- Publicidade -
- Publicidade -

[Análise] Como estão os líderes empresariais africanos a lidar com a crise do coronavírus?

Pessimismo no futuro imediato, mas confiança no futuro do continente a longo prazo: esta é a conclusão da segunda edição do barómetro sobre o...
- Publicidade -

China garante que OMS deu aval ao uso de vacinas que ainda estão em estudo

As autoridades chinesas dizem que a Organização Mundial da Saúde deu apoio e aceitou a administração de vacinas experimentais que estão a ser desenvolvidas...

Covid-19: Grupo de 34 reclusos infetados foge de prisão no Brasil

Um grupo de 34 presos, infetados com covid-19, fugiu esta terça-feira através de um túnel de uma prisão no Brasil, com graves problemas de...

Zimbabwe aceita devolver terras a fazendeiros brancos

O Governo zimbabweano está a elaborar um plano para possibilitar a devolução, a milhares de fazendeiros brancos, das terras que lhes foram violentamente retiradas...

Notícias relacionadas

[Análise] Como estão os líderes empresariais africanos a lidar com a crise do coronavírus?

Pessimismo no futuro imediato, mas confiança no futuro do continente a longo prazo: esta é a conclusão da segunda edição do barómetro sobre o...

China garante que OMS deu aval ao uso de vacinas que ainda estão em estudo

As autoridades chinesas dizem que a Organização Mundial da Saúde deu apoio e aceitou a administração de vacinas experimentais que estão a ser desenvolvidas...

Covid-19: Grupo de 34 reclusos infetados foge de prisão no Brasil

Um grupo de 34 presos, infetados com covid-19, fugiu esta terça-feira através de um túnel de uma prisão no Brasil, com graves problemas de...

Zimbabwe aceita devolver terras a fazendeiros brancos

O Governo zimbabweano está a elaborar um plano para possibilitar a devolução, a milhares de fazendeiros brancos, das terras que lhes foram violentamente retiradas...

Inacom e parceiros criam plataforma de diálogo

O Instituto Angolano das Comunicações (INACOM), as operadoras e as associações dos consumidores, decidiram, a partir desta quinta-feira, em Luanda, a criação de uma...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.