- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
InicioDestaquesNuma diz que se for presidente da UNITA vai se opor ao...

Numa diz que se for presidente da UNITA vai se opor ao Bairro dos Ministérios

VOA | Coque Mukuta

O provável candidato à presidência da UNITA, Abílio Kamalata Numa, garantiu que se for eleito líder do principal partido da oposição em Angola vai se opor à construção do chamado “Bairro dos Ministérios”.

Na terça-feira, 29, o ministro de Estado da Coordenação Económica, Manuel Nunes Júnior, revelou que o Governo vai avançar, ainda neste ano, com a construção do Centro Político Administrativo, na Praia do Bispo, em Luanda.

Nunes Júnior acrescentou que o projecto vai ser implementado sem recurso ao Orçamento do Estado, mas através de parcerias público-privadas (PPP), mas há quem não acredite que o Tesouro não vá pagar pelo empreendimento.

Abilio Kamalata Numa questiona a visão de governação de João Lourenço e afirma ser necesário olhar “para os verdadeiros problemas que o país vive”.

“Eu, presidente da UNITA, nunca vou aceitar este Bairro dos Ministérios porque temos outras prioridades para o país”, garante Numa.

Por seu lado, o general Pacavira Mendes de Carvalho “Paka”, na reserva, entende não ser prioridade a construção de um Centro Político Administrativo, uma vez que ainda existem angolanos a “morrerem de fome e por falta de água potável”.

Na quarta-feira, 31, no final da reunião do Conselho de Ministros, o titular do pasta da Construção e Obras Públicas afirmou a jornalistas que “pôr em causa o projecto é simplesmente desmobilizar as intenções já manifestadas de investimento do sector privado nacional e estrangeiro e descredibilizar o país”.

Tavares de Almeida acrescentou que o projecto não só vai garantir muito emprego aos jovens, como também vai mobilizar a indústria e o comércio internos, quer na sua fase de construção, quer na fase de operação.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.