- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Destaques Trabalhadores da Elisal paralisam serviços

Trabalhadores da Elisal paralisam serviços

Os trabalhadores da Empresa de Limpeza e Saneamento de Luanda (Elisal) paralisaram os seus serviços, desde as primeiras horas desta quinta-feira, por tempo indeterminado, para exigir o pagamento de dois meses de salários em atraso.

A decisão surgiu em função da direcção da Elisal ter a pretensão de liquidar apenas a divida dos ordenados do mês de Junho, violando um dos pontos constantes do caderno reivindicativo.

Falando à Angop, o primeiro secretario sindical da Elisal, Ventura Luciano, disse que os sucessivos atrasos salariais estão na base da decisão de paralizar o trabalho, por isso, os trabalhadores foram unanimes em decretar a greve já que a entidade empregadora decidiu pagar apenas um mês e não dois como se exige.

Sublinhou que os trabalhadores estão há dois meses sem receber o ordenado e os atrasos têm sido constantes na Elisal, situação que tem criando constrangimentos aos funcionários.

Em sinal de protesto, ressaltou, foi levantada uma greve nos serviços de varredura, recolha e depósito do lixo no aterro sanitário dos Mulenvos, até a resolução do problema.

A Elisal tem responsabilidades atribuídas para a manutenção do aterro, assistência técnica dos municípios, bem como a operação na limpeza e recolha dos resíduos sólidos no município do Cazenga.

O governador da província de Luanda, Sérgio Luther Rascova, exonerou no dia 30 de Julho de 2019, o Conselho de Administraçãoda Elisal-EP, e criou uma comissão de gestão coordenada pela vice-governadora para os serviços técnicos e infra-estruturas, Elisabeth Rafael.

A comissão criada pelo governador da província de Luanda, Sérgio Luther Rascova, tem um período de 60 dias de trabalho, até a nomeação do novo Conselho de Administração.

- Publicidade -
- Publicidade -

Jovem malaia luta pelo direito de não usar véu islâmico

A decisão de deixar de usar o véu islâmico e denunciá-lo como uma obrigação patriarcal valeu a Maryam Lee muitas críticas e uma investigação...
- Publicidade -

Mãe queima mão do filho por furto de telemóvel

Uma cidadã de 27 anos de idade queimou a mão direita do seu filho de 12 anos num fogareiro, no Lubango, província da Huíla,...

EUA: Substituição da juíza Ruth Bader Ginsburg opõe democratas e republicanos

A substituição de Ruth Bader Ginsburg, juíza do Supremo Tribunal Federal de Justiça e ícone progressista a favor dos direitos das mulheres, das minorias...

Pandemia transtorna Angola há seis meses

Completam-se hoje, 21 de Setembro, seis meses desde que foram anunciados, pela voz da ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, os dois primeiros casos positivos...

Notícias relacionadas

Jovem malaia luta pelo direito de não usar véu islâmico

A decisão de deixar de usar o véu islâmico e denunciá-lo como uma obrigação patriarcal valeu a Maryam Lee muitas críticas e uma investigação...

Mãe queima mão do filho por furto de telemóvel

Uma cidadã de 27 anos de idade queimou a mão direita do seu filho de 12 anos num fogareiro, no Lubango, província da Huíla,...

EUA: Substituição da juíza Ruth Bader Ginsburg opõe democratas e republicanos

A substituição de Ruth Bader Ginsburg, juíza do Supremo Tribunal Federal de Justiça e ícone progressista a favor dos direitos das mulheres, das minorias...

Pandemia transtorna Angola há seis meses

Completam-se hoje, 21 de Setembro, seis meses desde que foram anunciados, pela voz da ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, os dois primeiros casos positivos...

Mulher infectada com Covid contagiou 15 pessoas em voo

Uma mulher, infectada com Covid-19, teria propagado o vírus a outros 15 passageiros de um voo internacional entre Londres e o Vietname, de acordo...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.