- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Destaques Refugiados do Lóvua com portas abertas para regressar a RDC

Refugiados do Lóvua com portas abertas para regressar a RDC

Angop

Os refugiados assentados no centro do Lóvua, Lunda Norte, têm até sábado, 3 de Agosto, para confirmar os requisitos de regresso à província do Cassai Central, na República Democrática do Congo (RDC).

O primeiro molde (repatriamento burocrático) prevê um kit de reintegração, com um valor de 200 dólares norte-americanos, sendo que o segundo (voluntário e espontâneo) não inclui o referido apoio por parte do Alto Comissariado das Nações Unidades para Refugiados (ACNUR).

No primeiro, o processo é assegurado pelo ACNUR, que antes promove uma reunião tripartida que visa a definição das datas do inicio do processo de repatriamento. No segundo molde, os dois governos, Angola e RDC, criam apenas condições de transporte dos cidadãos que voluntariamente decidirem regressar.

Diante deste cenário, os 20 mil refugiados que migraram em Angola, fruto da violência extrema e generalizada, causada por tensões políticas e étnicas na RDC, em 2017, têm até sábado para decidirem o seu destino.

Até Junho do ano em curso, segundo o ACNUR, 85 porcento dos refugiados manifestaram o interesse de regressar de forma voluntária.

Hoje, quarta-feira, ao se dirigir aos refugiados, o governador do Cassai Central (RDC), Martim Mulamba, reiterou que a região está pronta para recebe-los de volta há qualquer momento, desde que decidam o modelo de repatriamento.

Por outro lado, o governo da Lunda Norte garante transporte para os refugiados que decidirem regressar ainda esta semana.

Aliton Carneiro, oficial sénior de protecção do ACNUR em Angola, disse que a organização apoia o regresso espontâneo ou organizado, mas reafirma que só terá acesso ao kit de reintegração os que aguardarem até o mais tardar o mês de Outubro para o seu repatriamento.

A província da Lunda Norte partilha 770 quilómetros de fronteira com a RDC, dos quais 550 terrestres e os restantes com limites fluviais.

- Publicidade -
- Publicidade -

Covid-19: Espanha notifica mais de 11 mil novos casos e 177 mortes

O Ministério da Saúde espanhol notificou, esta quarta-feira, 11.016 novos casos de infecção pelo novo coronavírus, dos quais, de acordo com os meios de...
- Publicidade -

Elefantes agora estão a morrer no Zimbabwe devido a uma bactéria que provoca abundantes hemorragias internas

Depois de ter sido clarificado que mais de 300 elefantes morreram no Botswana devido a uma cianobactéria, que se reproduz especialmente rápido em charcos...

Cabinda: MP decreta prisão preventiva para 14 homens acusados de burlar pessoas através de falsos perfis no Facebook

O Ministério Público (MP) decretou a prisão preventiva a 14 homens, acusados de integrar uma rede de burla e criarem falsos perfis na rede...

Ex-director da Elite Models na Europa investigado por violação de modelos

O antigo director da agência Elite Models na Europa, Gerald Marie, está a ser investigado pelas autoridades francesas por suspeitas de violação e agressão...

Notícias relacionadas

Covid-19: Espanha notifica mais de 11 mil novos casos e 177 mortes

O Ministério da Saúde espanhol notificou, esta quarta-feira, 11.016 novos casos de infecção pelo novo coronavírus, dos quais, de acordo com os meios de...

Elefantes agora estão a morrer no Zimbabwe devido a uma bactéria que provoca abundantes hemorragias internas

Depois de ter sido clarificado que mais de 300 elefantes morreram no Botswana devido a uma cianobactéria, que se reproduz especialmente rápido em charcos...

Cabinda: MP decreta prisão preventiva para 14 homens acusados de burlar pessoas através de falsos perfis no Facebook

O Ministério Público (MP) decretou a prisão preventiva a 14 homens, acusados de integrar uma rede de burla e criarem falsos perfis na rede...

Ex-director da Elite Models na Europa investigado por violação de modelos

O antigo director da agência Elite Models na Europa, Gerald Marie, está a ser investigado pelas autoridades francesas por suspeitas de violação e agressão...

Comissão de Reforma da IURD condena e se demarca da falsificação de documentos

A Comissão de Reforma da Igreja Universal em Angola demarcou-se recentemente de actos de irregularidade na tramitação do processo para a certificação da sua...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.