- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Economia 35 mil clientes deixaram de utilizar rede de telefonia móvel em 2018

35 mil clientes deixaram de utilizar rede de telefonia móvel em 2018

Mercado

Os dados demonstram que a Unitel continua a dominar o mercado da rede móvel há três anos consecutivos com 75% da quota de mercado, sendo que a Movicel se mantêm nos 25% da fatia de mercado.

Os utilizadores de telefonia móvel representam 45,43% da população angolana, totalizando 13,2 milhões de habitantes, contra os 13,3 milhões que tinha acesso à rede móvel em 2017, representando uma queda de 0,27%, de acordo com dados do Instituto Angolano das Comunicações (INACOM) a que o Mercado teve acesso.

No total, 35 531 clientes deixaram de estar ligados à rede de telefonia móvel no ano passado. Já os utilizadores da rede fixa, pouco mais de 171 mil em 2018, registaram um crescimento de 6,69% quando comparados aos 161 mil utilizadores registados em 2017( ver infografia).

Exclusivo: 35 mil clientes deixaram de utilizar rede de telefonia móvel em 2018
Os dados demonstram que a Unitel continua a dominar o mercado da rede móvel há três anos consecutivos com 75% da quota de mercado, sendo que a Movicel se mantêm nos 25% da fatia de mercado, um cenário que, de resto, já dura três anos, isto é, desde que a Movicel “roubou” 5% da quota de mercado à Unitel em 2015.

Quanto à rede fixa, Angola Telecom domina 58% da quota de mercado, Ms Telecom 21%, TV Cabo 19% e Startel com 2%.

As estatísticas referentes a 2018 a que o Mercado teve acesso espelham ainda que 99% dos usuários da rede móvel utilizaram plano pré-pago e cada cliente falou, em média, 76,36 minutos por mês.

- Publicidade -
- Publicidade -

ONG denuncia violência policial contra manifestantes

A polícia angolana confirma que reteve 13 participantes da marcha do desemprego em Luanda, no fim de semana, mas nega agressões. ONG Friends of...
- Publicidade -

Angola assinala dia nacional do trabalhador da saúde sob protestos da classe

Angola assinalou esta sexta-feira, 25 de Setembro, o Dia Nacional do Trabalhador da Saúde, em homenagem ao médico nacionalista Américo Boavida, que participou...

Irão apresenta novo míssil balístico naval com alcance de mais de 700 quilómetros

O novo míssil, chamado Zolfaqar Basir, foi apresentado neste domingo (27) pelo Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC, na sigla em inglês). O míssil...

João Lourenço: Três anos de governação em Angola e vários “tiros no pé”

Recuo na implementação das autarquias, incumprimento da promessa dos 500 mil empregos e da formação de Governo inclusivo, são algumas críticas apontadas ao Presidente...

Notícias relacionadas

ONG denuncia violência policial contra manifestantes

A polícia angolana confirma que reteve 13 participantes da marcha do desemprego em Luanda, no fim de semana, mas nega agressões. ONG Friends of...

Angola assinala dia nacional do trabalhador da saúde sob protestos da classe

Angola assinalou esta sexta-feira, 25 de Setembro, o Dia Nacional do Trabalhador da Saúde, em homenagem ao médico nacionalista Américo Boavida, que participou...

Irão apresenta novo míssil balístico naval com alcance de mais de 700 quilómetros

O novo míssil, chamado Zolfaqar Basir, foi apresentado neste domingo (27) pelo Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC, na sigla em inglês). O míssil...

João Lourenço: Três anos de governação em Angola e vários “tiros no pé”

Recuo na implementação das autarquias, incumprimento da promessa dos 500 mil empregos e da formação de Governo inclusivo, são algumas críticas apontadas ao Presidente...

Perito sugere reestruturação das Forças Armadas de Moçambique

O especialista em segurança Énio Chingotuane alerta que Moçambique reagiu tarde ao terrorismo. Por isso, defende a reestruturação profunda das Forças Armadas, mais investimento...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.