InicioMundoÁfricaQuénia elege pela televisão primeira mulher 'presidente' do Governo

Quénia elege pela televisão primeira mulher ‘presidente’ do Governo

Os quenianos elegem esta noite a primeira mulher ‘presidente’ do Governo, não através das tradicionais eleições, mas por mensagens telefónicas para um programa de televisão que é emitido deste Janeiro no país.

No programa ‘Srª. Presidente’, do canal privado KTN, que tem o formato de concurso, mais de 1.000 mulheres dos 20 aos 70 anos de diferentes etnias competem e treinam para serem a próxima presidente do Governo.

De acordo com o DN que cita a Lusa, este concurso é uma iniciativa para incentivar a participação política das mulheres num país que nunca teve uma mulher na liderança política e que tem leis de igualdade de género que não são cumpridas.

Hoje à noite haverá cinco mulheres a competir para obter o título de ‘Srª. Presidente’ e serão os espectadores a eleger a vencedora deste programa produzido por Media Focus on Africa e financiado pela União Europeia.

As finalistas, que são de diferentes religiões e etnias, oriundas de várias partes do Quénia, já se encontraram com o Presidente do país, Uhuru Kenyatta, no palácio presidencial, e tiveram que fazer testes para demonstrar as suas capacidades sociais e de liderança, confiança, eloquência e participaram ainda em debates eleitorais.

Segundo a Efe, a Constituição do Quénia, de 2010, estabelece que devem ser tomadas medidas para que não mais de 2/3 dos lugares parlamentares possam ser ocupados por pessoas do mesmo sexo, e requer que a lei deve ser aplicada em assembleias locais e no órgão eleitoral.

Nas últimas eleições de 2017, todos os candidatos eram homens, e dos 47 governadores provinciais que existem no Quénia, apenas três são mulheres.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.