Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

ONU afirma que Iémen enfrenta pior crise humanitária

O Presidente do Iémen, Abd-Rabbu Mansour Hadi,quando discursava diante da Assembleia Geral das Nações Unidas em Setembro de 2018.embre 2018 à New York. (John Moore / Getty Images / AFP)

A ONU lançou um apelo para que a comunidade internacional não vire as costas ao Iémen e honre as suas promessas de ajuda ao país devastado pela guerra, e que enfrenta uma pobreza extrema. Segundo um relatório da Agência das Nações Unidas para o Desenvolvimento, quatro anos de conflito, fizeram com que o Iémen retrocedesse duas décadas.

De acordo com Achim Steiner, administrador da Agência das Nações Unidas para o Desenvolvimento, citado pela RFI, quatro anos de conflito resultaram em 20 de atraso, para o Iémen.

Steiner referiu-se à crise humanitária enfrentada pelo país mais pobre do Médio-Oriente, sublinhando que as Nações Unidas receberam menos de que 36 por cento dos 2,6 mil milhões de dólares da ajuda prometida ao Iémen, durante a conferência internacional realizada em Genebra, no mês de Fevereiro.

O responsável pela Agência das Nações Unidas para o Desenvolvimento, afirmou que se não receberem os fundos necessários, dentro de dois a três meses, cerca de 21 programas de assistência ao Iémen, terão de ser cancelados.

Segundo as agências de assistência humanitária, milhares de pessoas morreram desde que a coligação árabe, liderada pela Arábia Saudita, interveio no Iémen em 2015 a favor do governo, na sua luta contra os rebeldes hutis.

Achim Steiner, que dirige a referida agência da ONU desde 2017, considerou que o Iémen enfrenta a pior catástrofe humanitária mundial e que, devido ao conflito, a situação agrava-se para 20 milhões ou cerca de dois terços de iemenitas, que necessitam de assistência.

Steiner declarou que 10 milhões de pessoas no Iémen, correm o risco de sofrer com a fome.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »