Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Bié entrega 126 mil toneladas de bens para vítimas da seca

SECRETÁRIO DE ESTADOLÚCIO DO AMARAL (À ESQ) RECEBE BENS DIVERSOS DO GOVERNO DO BIÉ (FOTO: LEONARDO CASTRO)

O governo do Bié fez a entrega oficial hoje, segunda-feira, no Cuito, de 126 mil toneladas de bens diversos ao Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher (Masfamu), que os fará chegar às vítimas da seca no sul do país.

Segundo avança Angop, recebeu os víveres, de forma simbólica, o vice-governador provincial para área Política, Social e Económico, Carlos Ulombe da Silva, o secretário de Estado, Lúcio do Amaral.

A seca no sul de Angola afecta mais de um milhão de pessoas nas províncias da Huíla, Cuando Cubango, Namibe, Benguela, Cuanza Sul e Cunene, incluindo milhares de cabeças de gado.

Das províncias da Região Sul, o Cunene é a que enfrenta, há oito meses, a mais severa estiagem da sua história, que já deixou mais de oitocentas mil famílias e mais de um milhão de bovinos à beira da morte.

São, no total, 857 mil 443 pessoas a viver os efeitos da estiagem e um milhão e 100 bovinos em risco de morte, por fome ou por sede.

O secretário de Estado, Lúcio do Amaral, considerou o gesto de “grande significado”, uma vez que centenas de pessoas no Cunene, Namibe, Huíla e Cuando Cubango carecem deste apoio.

Já o vice-governador Carlos da Silva valorizou a doação dos empresários, instituições públicas/privadas e pessoas singulares, em resposta ao apelo lançado pelo Presidente da República, João Lourenço, sobre a causa.

A 20 de Junho deste ano, o Chefe de Estado angolano, João Lourenço, apelou, através da sua conta no Twitter, à contínua busca de apoios para os milhares de sinistrados da seca no sul do país.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »