InicioEconomiaUE investe 65 milhões de euros no combate à seca em Angola

UE investe 65 milhões de euros no combate à seca em Angola

65 milhões de euros é o valor investido pela União Europeia em Angola para implementar o programa conjunto para o Fortalecimento da Resiliência e da Segurança Alimentar e Nutricional (FRESAN) no sul de Angola

O FRESAN, escreve a Euronews, tem como principal objectivo combater a fome, pobreza e vulnerabilidade das comunidades mais afectadas pela seca nas províncias do sul de Angola, bem como reforçar a agricultura familiar sustentável.

Coordenado pelo Instituto Camões, o programa FRESAN tem melhorado a segurança alimentar e nutricional dos agregados familiares nas províncias mais afectadas pela seca, nomeadamente o Cunene, Huíla e Namibe.

Através da agência Francesa a UE presta igualmente apoio apoio ao sistema escolar e formação profissional em Angola.

De acordo com Tomás Ulicny, chefe da Delegação da União Europeia em Angola, o mais importante e que deve constituir prioridade é a colocação de jovens a finalizar o ensino, não somente promover a formação de engenheiros. Para Tomás Ulicny o que Angola precisa é de uma força de trabalho bem qualificada.

O apoio ao ensino superior e formação profissional tem sido uma das prioridades na agenda de cooperação entre a UE e África, em especial em Angola.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.