InicioAngolaRegiõesMauritanos doam bens alimentar às vítimas da seca no Cunene

Mauritanos doam bens alimentar às vítimas da seca no Cunene

Membros da comunidade mauritaniana residente na cidade de Ondjiva, província do Cunene, procedeu hoje, quinta-feira, a entrega de bens alimentares ao governo local para ajudar às vítimas da seca da região.

Entre os bens, escreve Angop, constam 50 sacos de fuba de milho, 100 caixas de massa alimentar, 500 litros de óleo alimentar, 500 embalagens de água de mesa, além de 20 reservatórios plásticos de água, cada um com capacidade de armazenar 200 deste líquido.

Na ocasião, o responsável da comunidade mauritaniana na província do Cunene, Mohamed Abidellahai, disse que o processo de angariação de bens de primeira necessidade vai continuar, no sentido de apoiar os cidadãos atingidos pela seca na circunscrição.

Considerou o acto um gesto de solidariedade para com as vítimas da estiagem, assim como a contribuição da sua comunidade nos esforços do Executivo para reduzir a carência da população afectada pela seca.

Por seu turno, a directora provincial do Gabinete da Acção Social, Família e Igualdade no Género do Cunene, Elizeth Mwanelungi, manifestou a sua gratidão pelo apoio dos cidadãos da Mauritânia, visto que a doação vai ajudar os sinistrados da seca a terem melhores refeições.

Segundo o Governo Provincial do Cunene, a região beneficiou até ao momento mais de 997 mil toneladas de bens alimentares para acudir as vítimas da seca, fenómeno que assola a região desde Outubro de 2018

Cerca de 857 mil e 443 pessoas (de um total de 171 mil 488 famílias) e um milhão de cabeças de gado estão afectados pela seca, que já matou 26 mil e 267 animais, entre bovinos, caprinos e suínos.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.