- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Desporto Basquetebol FAB perspectiva jogos olímpicos via mundial

FAB perspectiva jogos olímpicos via mundial

Obter a melhor classificação entre as cinco selecções africanas no mundial da China2019, por formas a garantir a única vaga do continente, por esta via, nos Jogos Olímpicos de Tokyo2020, no Japão, é o principal objectivo do conjunto nacional sénior masculino de basquetebol, cuja preparação arranca sábado, em Luanda.

A pretensão, explica Angop, foi avançada esta quarta-feira à imprensa pelo presidente da federação angolana da modalidade, Hélder Cruz “Maneda”, durante a apresentação da equipa, salientando a necessidade de evitar a disputa do torneio pré-olímpico, por considerar este mais difícil, comparativamente à copa do mundo.

Integrante do grupo D com as selecções da Sérvia, Itália e Filipinas, Angola representará África no mundial juntamente com as congéneres da Cotê d’ Ivoire (grupo A), Nigéria (B), Tunísia (C) e Senegal (H), devendo a melhor classificada apurar-se às olimpíadas em cumprimento aos novos moldes da FIBA.

Actualmente o mundial reserva sete vagas (apuramento directo) para os melhores de cada continente para os Jogos Olímpicos, com os lugares a serem distribuídos da seguinte forma: África (1), Ásia (1), Oceânia (1), América (2) e Europa (2).

Antes, a qualificação resultava dos diferentes campeonatos das nações a nível dos respectivos continentes. Em função das vagas, África, Ásia e Oceânia davam apenas os primeiros classificados, enquanto América e Europa colocavam os primeiros e segundos classificados.

Maior representante do continente em jogos olímpicos, com cinco presenças, Angola falhou a última edição no Brasil, em 2016, onde esteve a Nigéria e Tunísia. Quanto a mundiais, o país obteve a sua melhor classificação (10ª) em 2006, no Japão.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.