Portal de Angola
Informação ao minuto

Produtos que compõem a cesta básica continuam a subir

Produto da cesta básica (Arquivo) (DR)

Os produtos que compõem a cesta básica registaram, nas últimas duas semanas, nos mercados informais de Luanda, um aumento de preços, facto constatado pelo NJOnline durante uma ronda pelos armazéns do Golf II, Cazenga, Viana e Congolenses.

Alguns comerciantes desvalorizam a subida dos preços, afirmando que já é hábito, nesta época do ano, as coisas subirem em Luanda.

No entanto, escreve o Novo Jornal Online, Saddy Mustafá, gerente de uma panificadora, no Cazenga, alertou para a subida do preço do pão nos próximos dias – o saco de 50 kg estava a ser comercializado a 8.500 e está agora a ser vendido a 11.100 kwanzas -, caso as autoridades competente não travem esta onda do aumento dos preços.

“Parece que não há trigo em Angola, as coisas estão a subir dia após dia, então o preço do pão vai mesmo aumentar daqui a pouco”, disse o comerciante.

Também o saco de arroz de 25 kg aumentou, sendo agora comercializado a 6.000 kwanzas, quando antes custava 5.300 kz.

O saco de feijão de 25 kg, que era vendido a 12.200 kz, agora custa 12.500, assim como a caixa de massa de alimentar, cujos preços variavam entre os 2.200 e 2.400 kz, estando agora a ser comercializados entre os 2.600 e os 2.800 kz.

A caixa de óleo vegetal de 12 litros sofreu uma subida de preço de mais de 150%, de 2.400 para 6.000 kz.

Também nos frescos houve subida de preços, com a caixa do peixe choupa de 10 kg, que antes custava 5.000, agora a ser vendida a 8.950 kwanzas.

Já a caixa de peixe corvina de 10 kg passou de 11.000 para 13.200 kz, enquanto a caixa de peixe makayabu (bacalhau seco) de 10 kg subiu 1.600 kwanzas, ou seja, passou de 24.000 a 25.600 kwanzas.

A caixa de carapau de 20 kg passou de 22.000 para 25.500 kz, a de 30 kg de 26.000 para 28.900 kz.

A caixa de coxa de frango de 10 kg passou de 5.200 a 7.850 e a de 15 kg passou de 8.000 para 10.500 kwanzas.

A caixa de Asa de frango e de entrecosto de 10 kg subiu 1.000 kz, ou seja, a de asas de Frango saiu dos 9.000 para os 10.000 kz, enquanto a de entrecosto subiu dos 9.500 para 10.500 kwanzas.

Zeca Mentes, cliente, disse ao NJOnline que se o Governo não travar esta especulação com urgência, o sofrimento das famílias, em Luanda e no País, vai aumentar.

Outro comerciante explicou que, fruto deste aumento, muitas famílias estão a ter dificuldades em adquirir os produtos da cesta básica no final do mês, face aos baixos salários.

“Enquanto permanecerem os baixos salários, a população vai sofrer, vamos voltar a viver como se ainda estivéssemos no início da crise económica”, disse Adão Domingos, também comerciante.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »