- Publicidade-
Rádio Calema
Inicio Mundo África Quénia: Ministro das Finanças detido por corrupção

Quénia: Ministro das Finanças detido por corrupção

O ministro queniano Henry Rotich é acusado de suborno e fraude num contrato com uma empresa italiana para a construção de duas barragens. Governante entregou-se à Justiça.

De acordo com a DW, o ministro das Finanças do Quénia, Henry Rotich, e vários funcionários do seu ministério foram detidos esta segunda-feira (22.07.), acusados de suborno e fraude num projecto multimilionário para a construção de duas barragens.

O Procurador-Geral do Quénia, Noordin Haji, ordenou a detenção de Rotich, juntamente com outras 27 pessoas e entidades, e o governante entregou-se de forma voluntária.

No passado, Rotich negou qualquer irregularidade.

Contra as regras de contratação

A detenção do ministro está relacionada com o seu alegado papel na concessão de um contrato à companhia italiana CMC Ravenna para construir barragens em Arror e Kimwarer, na zona oeste do Quénia.

O Procurador-Geral sublinha que “as investigações estabeleceram que funcionários do Governo não cumpriram com as regras de contratação e abusaram dos seus cargos para garantir que o plano fosse cumprido”.

O contrato original assinalava que o custo de ambas as barragens seria de 456 milhões de dólares, mas o Tesouro aumentou essa quantia em 170 milhões de dólares “sem ter em conta o rendimento ou as obras”. Até Janeiro deste ano, o Governo queniano pagou 197 milhões de dólares, ainda antes da construção ter começado.

“Estou convencido de que foram cometidos crimes financeiros. Portanto, aprovei as detenções”, concluiu o Procurador-Geral.

Após a detenção de Rotich, espera-se que o Presidente do Quénia, Uhuru Kenyatta, nomeie um ministro das Finanças interino.

O Quénia ocupou a 144ª posição entre 180 países no índice de percepção da corrupção de 2018 da organização Transparência Internacional (o primeiro país nessa classificação é o considerado como o menos corrupto).

- Publicidade -
- Publicidade -

Detido cidadão por uso ilegal de ambulância do INEMA

A Polícia Nacional no município de Mbanza Kongo, província do Zaire, deteve, esta segunda-feira, um cidadão acusado de exercer serviço de táxi com uma...
- Publicidade -

Agência da ONU recomenda directrizes de saúde para companhias aéreas

Uso de máscaras, controle de temperatura e desinfecção de aeronaves: a Organização Internacional de Aviação Civil (ICAO) publicou nesta segunda-feira (1) uma série de...

Cancro da mama: Português ajuda a descobrir fármaco que usa composto encontrado em vegetais

Bruno Simões e outros cientistas da Universidade de Manchester, no Reino Unido, descobriram que o medicamento SFX-01 pode ser encontrado em vegetais como brócolos. Há...

Técnicos do FMI aprovam proposta revisada da Argentina a credores

Uma revisão da proposta oficial argentina de renegociar dívidas no valor de 66 bilhões de dólares, que inclui melhorias nas condições de pagamento aos...

Notícias relacionadas

Detido cidadão por uso ilegal de ambulância do INEMA

A Polícia Nacional no município de Mbanza Kongo, província do Zaire, deteve, esta segunda-feira, um cidadão acusado de exercer serviço de táxi com uma...

Agência da ONU recomenda directrizes de saúde para companhias aéreas

Uso de máscaras, controle de temperatura e desinfecção de aeronaves: a Organização Internacional de Aviação Civil (ICAO) publicou nesta segunda-feira (1) uma série de...

Cancro da mama: Português ajuda a descobrir fármaco que usa composto encontrado em vegetais

Bruno Simões e outros cientistas da Universidade de Manchester, no Reino Unido, descobriram que o medicamento SFX-01 pode ser encontrado em vegetais como brócolos. Há...

Técnicos do FMI aprovam proposta revisada da Argentina a credores

Uma revisão da proposta oficial argentina de renegociar dívidas no valor de 66 bilhões de dólares, que inclui melhorias nas condições de pagamento aos...

Trump usa OMS, China e protestos para distrair EUA do seu fracasso contra COVID-19, dizem analistas

O presidente Donald Trump cortou os laços dos EUA com a Organização Mundial da Saúde (OMS) para distrair a atenção de sua base popular...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.