Portal de Angola
Informação ao minuto

Sistema sanitário guineense mergulhado em dificuldades

Bissau, Hospital Simão Mendes (DR)

VOA

O sistema sanitário da Guiné-Bissau é incapaz de fazer face a eventuais catástrofes no país, diz um novo relatório da Liga dos Direitos Humanos.

O documento Direito à Saúde na Guiné-Bissau informa que o sistema sanitário apresenta um insuficiente quadro de recursos humanos e os existem são de fraca qualidade.

A par disso, não há meios de diagnóstico aos pacientes, que continuam a custear do seu bolso os materiais básicos para a sua assistência sanitária em situações de emergência.

Isso resulta, entre outros problemas, na elevada taxa de mortalidade materno-infantil, aponta o documento.

O presidente da Liga Guineense dos Direitos Humanos, Augusto da Silva, diz que perante as evidencias, é preciso “que haja um debate amplo sobre problemas actuais que afectam o sistema de saúde”.

E Cleunismar da Silva, especialista de estudos sanitários, afirma que “é extremamente importante a transparência e a prestação de contas para o sector configurar maior credibilidade e confiança aos utentes”.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »