Portal de Angola
Informação ao minuto

Mais de 200 cooperativas de diamantes licenciadas no País

Imagem ilustrativa (DR)

Duzentas e 41 empresas e cooperativas semi-industriais de diamantes em todo o país, cujas actividades estavam paralisadas no âmbito da “Operação Transparência”, começaram já a receber as suas licenças de exploração, após serem alvo de uma inspecção pelo Ministério dos Recursos Minerais e Petróleos.

De acordo com Angop, a informação foi avançada hoje, na cidade de Malanje, pelo director nacional dos Recursos Minerais, André Francisco Buta Neto, durante a cerimónia de entrega de 16 licenças de exploração de diamantes aos seus respectivos proprietários na província.

Informou que actualmente 100 cooperativas semi-industriais já legalizadas e licenciadas a nível do país já reiniciaram as suas actividades, após 10 meses de suspensão.

Realçou que o processo será contínuo, tendo em conta que muitas empresas encerradas no âmbito da operação transparência estão a trabalhar para a sua legalização.

Na ocasião, o vice-governador para o sector técnico e infra-estruturas, Gabriel Pontes, considerou que o licenciamento das cooperativas vai facilitar o trabalho das autoridades no âmbito da “Operação Transparência”, que visa combater a imigração ilegal e a extracção ilícita de diamantes.

Cada empresa terá o dever de combater o garimpo no perímetro da sua área de actuação e ali desenvolver acções de responsabilidade social, bem como vender os diamantes apenas às empresas indicadas pelo Estado.

Em Malanje, foram licenciadas desde os meses de Fevereiro a Maio deste ano um total de 20 cooperativas.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »