Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

737 MAX da Boeing pode voltar a voar no último trimestre

(© AP Photo / Elaine Thompson)

A Boeing, fabricante norte-americana de aeronaves, estimou nesta quinta-feira (18) que os problemas com a sua aeronave 737 MAX, que pode voltar a voar no último trimestre de 2019, terão impacto nas suas contas no segundo trimestre, escreve a AFP.

A empresa informou em comunicado que fará uma provisão de 4,9 biliões de dólares para cobrir custos decorrentes de dois acidentes do 737 MAX em que 346 pessoas morreram e causou a paralisação de todas as aeronaves deste tipo, desde Março.

A gigante aeroespacial acredita que este modelo de aeronave pode voar novamente no início do último trimestre deste ano, embora reconheçam na Boeing que essa estimativa é a mais optimista.

“Esta declaração reflecte a melhor estimativa da empresa até agora, mas o exacto período de retorno ao serviço pode ser diferente”, alertou o grupo de Chicago.

A fabricante de aeronaves havia estimado anteriormente o custo da crise do 737 MAX em 1 bilião de dólares. Contudo, especialistas e observadores esperavam que esse montante aumentasse com a compensação às companhias aéreas pelo cancelamento de dezenas de milhares de voos.

As famílias dos falecidos também processaram a Boeing. A empresa tomou a iniciativa e prometeu um fundo de 100 milhões de dólares para as 157 mortes no acidente da Ethiopian Airlines e 189 da Lion Air.

Para isto, a empresa já criou um fundo com 50 milhões de dólares imediatamente disponíveis e geridos por Kenneth Feinberg, um famoso advogado americano especializado em fundos de compensação para as vítimas.

A provisão de 4,9 biliões de dólares será usada para compensar os clientes afectados pela crise.

Além dessa despesa, a Boeing também será afectada por um aumento de 1,7 bilião de dólares nos custos do 737 MAX, principalmente devido a uma redução na produção do modelo, de 52 para 42 aeronaves por mês desde a sua paralisação.

A fabricante, no entanto, nega a possibilidade de uma nova queda na produção e diz que, em 2020, será de 57 por mês.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »