- Publicidade-
Rádio Calema
Inicio Angola Regiões Huambo lidera mortes por afogamento em cacimbas

Huambo lidera mortes por afogamento em cacimbas

Cerca de 50 a 100 pessoas morrem anualmente por afogamento em cacimbas na província do Huambo, informou hoje, quinta-feira, em Luanda, o Comandante-Adjunto do Serviço Nacional de Protecção Civil e Bombeiros, José Horácio da Silva.

Só no primeiro semestre deste ano, avança Angop, a província do Huambo registou com 60 casos. Em 2018 foram 99 mortes por afogamento.

As províncias do Bié, Benguela e Bengo seguem-se nesse lista, pelo que, com vista a mudar esse cenário, o responsável fez saber que está a ser elaborado um programa, actualmente em fase de conclusão, para ser remetido a direcção da Comissão Nacional de Protecção Civil e Bombeiros para a sua efectivação.

O plano visa, principalmente, a redução de mortes, tendo com conta que as cacimbas são, maioritariamente, construídas nos quintais da residências sem a devida protecção (tampa).

Esta informação foi prestada à margem do 1º Seminário Metodológico Nacional dos Órgãos de Resgate e Salvamento, lembrando que, em termos gerais, Luanda lidera a lista de afogamentos, sendo necessário o aumento do número de efectivos para o controlo na orla marítima, assim como mais torres para os salva-vidas.

O Serviço de Protecção Civil e Bombeiros (SNPCB) registou 526 mortes na época balnear 2018/2019 em todo país, menos 29 em relação a igual período anterior, de um total de 734 ocorrências diversas (-265).

O seminário, de um dia, tem como objectivo estabelecer uma plataforma padronizada das acções de resposta as ocorrências, com envolvimento e o engajamento das partes interessadas por uma actuação entre vários sectores estratégico, táctico e operacional.

O país regista maior susceptibilidade e perigosidade em relação as ameaças de inundações, secas, calemas, erosão costeira, deslizamento de terra, epidemias, descargas atmosferas e acidentes de viação.

Face a estas questões foi criado um novo regulamento aprovado pelo decreto presidencial nº 185/17 de 11 de Agosto, com um novo paradigma no contexto de atribuições, funcionamento e composição dos seus serviços executivos centrais.

O novo regulamento determina que o então departamento de prestação de serviços a náufragos, ascendeu a categoria de direcção nacional, passando a designar-se Direcção de Resgate e Salvamento.

Este exercício vai ajudar a elaborar os protocolos operacionais baseados na análise e estudo das principais ameaças que tem vindo a realizar com a base de dados, permitindo o desenho de estratégias, políticas e quadros nacionais, para o aumento e melhoria da capacidade de resposta.

- Publicidade -
- Publicidade -

​Tribunais voltam à normalidade e com mais de 64 mil diligências adiadas para recuperar

Das 824 salas de audiências existentes foram consideradas aptas para a realização de audiências de julgamento, 757 salas que corresponde a 91,8% do total...
- Publicidade -

Reabrir economias ‘muito rápido’ pode causar novo surto de COVID-19, diz OPAS

A directora da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) pediu aos governos, nesta terça (2), que "pensem duas vezes" antes de levantar as medidas de...

Nossa Seguros com receitas na ordem dos 19 mil milhões de kwanzas

A Nossa Seguros emitiu prémios brutos no valor de 19 mil milhões e 110 milhões e 223 mil kwanzas, em 2019, tendo observado um...

Joe Biden acusa Presidente Trump de “servir as suas bases de apoio” em vez de unir o país

O candidato democrata à Presidência americana, Joe Biden, acusou Donald Trump de estar mais preocupado com a sua reeleição do que com as divisões...

Notícias relacionadas

​Tribunais voltam à normalidade e com mais de 64 mil diligências adiadas para recuperar

Das 824 salas de audiências existentes foram consideradas aptas para a realização de audiências de julgamento, 757 salas que corresponde a 91,8% do total...

Reabrir economias ‘muito rápido’ pode causar novo surto de COVID-19, diz OPAS

A directora da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) pediu aos governos, nesta terça (2), que "pensem duas vezes" antes de levantar as medidas de...

Nossa Seguros com receitas na ordem dos 19 mil milhões de kwanzas

A Nossa Seguros emitiu prémios brutos no valor de 19 mil milhões e 110 milhões e 223 mil kwanzas, em 2019, tendo observado um...

Joe Biden acusa Presidente Trump de “servir as suas bases de apoio” em vez de unir o país

O candidato democrata à Presidência americana, Joe Biden, acusou Donald Trump de estar mais preocupado com a sua reeleição do que com as divisões...

Governador quer interacção nas acções de protecção civil

O novo governador do Uíge, Sérgio Luther Rescova, defendeu esta quarta-feira, uma maior interacção na estratégia de intervenção dos órgãos de protecção civil, para...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.