InicioMundoAmérica do SulEx-vice-presidente argentino condenado a cinco anos de cadeia por corrupção

Ex-vice-presidente argentino condenado a cinco anos de cadeia por corrupção

Um tribunal federal confirmou hoje a condenação a quase seis anos de prisão do ex-vice-presidente argentino Amado Boudou, que governou o país ao lado de Cristina Kirchner de 2011 a 2015.

De acordo com a Sputnik, Boudou foi condenado em primeira instância por um tribunal de Buenos Aires a cinco anos e dez meses de prisão, em Agosto passado, por corrupção e conflito de interesses.

Ele terá se envolvido numa operação de aquisição controversa de uma empresa de impressão de notas bancárias quando era ministro da Economia, segundo destacou a AFP.

O político teria lançado um plano de resgate para uma companhia privada falida, a Ciccone Calcografica, que praticamente detinha o monopólio da impressão de cédulas bancárias e documentos oficiais na Argentina.

A tentativa de comprar a empresa (70% das acções, no seu caso) finalmente falhou, e o Estado nacionalizou a Ciccone Calcografica.

Os advogados de Boudou, actualmente preso numa penitenciária a cerca de 100 quilómetros ao sul da capital, declararam que pretendem apelar da condenação à Suprema Corte de Justiça, acrescenta a agência.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.