Portal de Angola
Informação ao minuto

Ex-oficial do exército de Haftar divulga meios místicos de persuasão do marechal

(© REUTERS / Philippe Wojazer)

Sputnik

Muhammad al-Hijazi, ex-oficial e representante do Exército Nacional Líbio (LNA), disse em entrevista ao Lybia Al-Ahrar que o marechal Khalifa Haftar contratou “feiticeiros” para influenciar as pessoas ao seu redor.

“Eles até usaram algo que não pode ser entendido pela razão. Os feiticeiros vieram até eles do Níger e do Chade”, disse al-Hijazi.

De acordo com ele, a um feiticeiro foi “pago meio milhão” (a moeda não foi especificada) para ele fazer para Haftar um anel mágico com uma pedra preciosa e que contém um “génio servidor”.

“Cada vez que Haftar vem a uma reunião, todas as pessoas começam a bater palmas com entusiasmo”, acrescentou al-Hijazi. O ex-oficial também admitiu que quando estava perto do marechal se sentia como se estivesse envolvido em um “nevoeiro estranho”.

“Assim que cruzei o limiar do comando, o meu corpo começou a tremer. Senti tremores e como se o corpo estivesse entorpecido”, disse o ex-militar.

Ofensiva contra Trípoli
O comandante do Exército Nacional da Líbia Oriental (LNA), Khalifa Haftar, ordenou que suas forças lançassem uma ofensiva contra Trípoli para a “libertar dos terroristas”.

Os grupos armados leais ao Governo do Acordo Nacional (GNA) em Trípoli anunciaram o lançamento da operação Vulcão da Ira. Os combates em Trípoli já mataram quase 1.050 pessoas e feriram mais de 5.500, segundo a Organização Mundial da Saúde.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »