Inicio Destaques Brigada de desminagem desactiva mais de 600 minas em Camacupa

Brigada de desminagem desactiva mais de 600 minas em Camacupa

0
Brigada de desminagem desactiva mais de 600 minas em Camacupa
PROCESSO DE DESMINAGEM SEGUE CURSO NO BIÉ (FOTO: PEDRO PARENTE)

Trinta e sete minas e 694 outros engenhos não detonados foram destruídos, nos últimos dez dias, em Camacupa, 82 quilómetros a Leste da cidade do Cuito (Bié), pela 6ª Brigada de Desminagem da Casa de Segurança do Presidente da República.

Do material destruído constam minas anti-pessoal e anti-tanque, munições de AKM em estado obsoleto, bem como projécteis distintos, confirmou nesta quinta-feira à Angop o responsável pela brigada, Isaac Luciano Mbala.

Os engenhos foram recolhidos em áreas adjacentes à linha do Caminho-de-Ferro de Benguela (CFB) e Estrada Nacional 250.

A próxima fase desse processo tem em vista a comuna do Munhango, limítrofe com a vizinha província do Moxico.

Avançou que a acção vai permitir que o Governo do Bié projecte a construção de novas infra-estruturas sociais e económicas nas localidades desminadas.

A par da 6ª Brigada de Desminagem da Casa de Segurança do Presidente da República, opera no processo de desminagem, na província do Bié, a Organização Não Governamental (ONG) Apacominas.

Dados do Instituto Nacional de Desminagem (INAD) referem que o processo de desminagem no país já custou, desde 2002, ao país, mais de 500 milhões de dólares. No mesmo período Angola “limpou” mais de dois mil campos de minas.

A 20 de Novembro de 2018, após a divulgação, em Genebra (Suíça), de um relatório do Landmine Monitor, Angola pediu uma extensão do prazo até Janeiro de 2026 para eliminar mil 465 áreas minadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.