InicioEconomiaMário Centeno entre os favoritos para suceder a Lagarde no FMI

Mário Centeno entre os favoritos para suceder a Lagarde no FMI

DN | Joana Petiz

Além do ministro das Finanças português, estão também na shortlist o ex-presidente do Eurogrupo, Jeroën Dijsselbloem, o finlandês Olli Rehn e a espanhola Nadia Calviño

O governador do Banco de Inglaterra liderava a lista de nomes prováveis para suceder a Christine Lagarde quando esta deixar a cadeira de directora-geral do FMI para assumir a presidência do Banco Central Europeu (BCE), no próximo mês. Mas a shortlist divulgada nesta quarta-feira nem sequer refere Mark Carney.

De acordo com o Wall Street Journal, são quatro os candidatos ao lugar – e dois deles com relação muito próxima com Portugal: o ministro das Finanças português e actual presidente do Eurogrupo, Mário Centeno, e o seu antecessor na Europa, Jeroën Dijsselbloem, que afirmou, em pleno resgate financeiro a Portugal, que os países do Sul tinham o péssimo hábito de gastar o dinheiro todo em mulheres e copos.

A shortlist fica completa com os nomes da ministra da Economia espanhola, Nadia Calviño, e do governador do banco central finlandês, Olli Rehn.

Quem será o próximo líder do FMI? A questão terá sido abordada esta noite na reunião do G7 em Washington, avança o Wall Street Journal, onde estiveram os ministros das Finanças dos quatro países europeus mais ricos: Alemanha, França, Itália e Reino Unido. A mesma publicação adianta que haverá um acordo informal de troca de apoios entre os sete países mais ricos, com os europeus a apoiarem o candidato norte-americano para liderar o Banco Mundial e os restantes a darem apoio a um europeu para o FMI.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.