Portal de Angola
Informação ao minuto

Presidente do PSG terá ameaçado Neymar de que ficaria sem jogar até 2022

Avançado brasileiro chegou ao clube de Paris em 2017. (RED BULL)

Avançado brasileiro chegou ao clube de Paris em 2017.

O presidente do Paris Saint-Germain terá ameaçado Neymar de que o punha a treinar sozinho e sem jogar até 2022, caso ele não se apresentasse na pré-época do clube.

De acordo com o jornal El País, citado pela SIC Notícias, Nasser Al-Khelaïfi perdeu a paciência com o jogador brasileiro, sobretudo depois de dizer que um dos melhores momentos que teve na carreira foi a goleada do Barcelona ao Paris Saint-Germain.

Neymar quer voltar ao clube espanhol e até está disposto a baixar o ordenado, mas PSG não quer facilitar a saída.

O avançado brasileiro está em Paris há dois anos, depois de ter sido comprado ao Barcelona por 222 milhões de euros, naquela que foi a transferência mais cara de sempre do futebol.

O brasileiro juntou-se esta segunda-feira à concentração do clube francês, uma semana depois de os restantes futebolistas do PSG iniciarem os treinos.

A chegada do avançado brasileiro à capital francesa foi noticiada pela comunicação social gaulesa, acrescentando que Neymar se deverá reunir com o director desportivo do clube, Leonardo, para explicar o regresso tardio.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »