Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Deputados independentes da CASA-CE substituídos nos cargos que ocupam na Assembleia Nacional

Bancada Parlamentar da CASA-CE (Foto: Quintiliano dos Santos)

NJOnline | David Filipe

A primeira e a nona comissões especializadas da Assembleia Nacional autorizaram hoje a substituição do 4º vice-presidente da Assembleia Nacional, Carlos Tiago Kandanda, indicado pela CASA-CE. O cargo passa agora a ser ocupado pelo deputado Manuel Fernandes.

O grupo parlamentar da CASA-CE enviou recentemente uma carta ao presidente da Assembleia Nacional, Fernando Dias dos Santos “Nandó”, alegando que o mesmo deputado decidiu deixar de pertencer ao grupo parlamentar.

Na reunião de hoje, o deputado Lindo Tito, que também decidiu deixar o grupo parlamentar da CASA-CE, foi substituído pelo seu colega, Alexandre Sebastião André, como membro da 1ª comissão que trata dos assuntos jurídicos.

O deputado Ckikonda Lulendo Alexandre, da CASA-CE, é novo 4º secretário da Assembleia Nacional, que substituiu também o seu colega Alberto Chungo Lumingo, que decidiu igualmente deixar o grupo parlamentar.

Segundo o regimento interno da Assembleia Nacional, o novo 4º vice-presidente, Manuel Fernandes, e o 4º secretário da Assembleia Nacional, Ckikonda Lulendo Alexandre, serão confirmados numa plenária.

A CASA-CE foi fundada em 2012 e é uma coligação de seis partidos políticos: – Bloco Democrático (BD), Partido Pacífico Angolano (PPA), Partido Apoio para Democracia e Desenvolvimento de Angola – Aliança Patriótica (PADDA-AP), Partido Aliança Livre de Maioria Angolana (PALMA), Partido Nacional de Salvação de Angola (PNSA) e Partido Democrático Popular de Aliança Nacional de Angola (PDP-ANA).

Nas primeiras eleições gerais em que participou, em 2012, a CASA-CE elegeu oito dos 220 deputados à Assembleia Nacional, face aos seis por sento de votos obtidos, a mesma percentagem conquistada nas presidenciais, em que Chivukuvuku ficou em terceiro lugar.

Nas últimas eleições gerais, realizadas em Agosto de 2017, a CASA-CE aumentou quase para o dobro a sua votação a nível nacional em termos nominais (639.789 votos – 9,45%), duplicando o número de deputados (16), com Abel Chivukuvuku, a manter o 3º lugar na corrida presidencial.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »