Portal de Angola
Informação ao minuto

Centenas de falsos médicos do Congo Kinshasa e Cuba a trabalharem em Angola

(DR)

Voa / Norberto Sateco

Centenas de falsos médicos de Cuba e da Republica Democrática do Congo estão a operar em Angola, revelou a bastonária da Ordem dos Médicos Elisa Gaspar.

Falando na província do Cunene Gaspar disse que “há muitos falsos profissionais de medicina” a operarem em Angola e apelou a a todas as autoridades provinciais para verificarem as qualificações dos médicos estrangeiros,

A bastonária disse que há por outro lado muitos médicos falsos que se intitulam de angolanos “mas depois quando vamos ver têm dois bilhetes (de identidade) e nasceram em Kinshasa ou noutras partes”.

“Temos colegas cubanos que não são médicos, vieram como enfermeiros, trabalharem como médicos, ganharam como médicos, depois regressaram e estão a fazer medicina em Luanda”, afirmou afirmando ter uma amiga cubana que veio na situação de enfermeiras, trabalhou como medica, depois terminou a sua missão e regressou a Cuba, voltando depois a Angola onde “está a fazer medicina”.

Elisa Gaspar disse que no que diz respeito a falsos médicos vindos do Congo Kinshasa “já vou com mais de duzentos processos”, acrescentando ter pedido uma audiência com o embaixador desse país para discutir a questão.

“Como é que pessoas que não estão qualificadas vêm ocupar lugares de pessoas qualificadas que estão no desemprego?” interrogou, acrescentando que em Angola há agora “mais de 3.000 médicos no desemprego” muitos deles formados no estrangeiro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »