InicioPolíticaMPLAMPLA reitera campanha de resgate dos valores morais

MPLA reitera campanha de resgate dos valores morais

Angop

O primeiro secretário do MPLA no Uíge, Pinda Simão, reiterou, nesta sexta-feira, a necessidade daquele partido intensificar as campanhas de resgate dos valores morais e cívicos junto da população, tendo em vista a moralização da sociedade e o combate à corrupção.

O político manifestou essa posição na cerimónia de lançamento da campanha de moralização da sociedade no Uíge, que decorre sob o lema “Combater à corrupção, o nepotismo, a bajulação e a impunidade, é garantir um futuro melhor e bem-estar das famílias angolanas”.

No acto, o responsável apelou ao engajamento da sociedade nesse combate.

Lunda Sul

No quadro do mesmo processo, na Lunda Sul o primeiro secretário provincial do MPLA, Daniel Neto, considerou o fenómeno corrupção, um mal que atrasa o desenvolvimento da região, daí a importância da sociedade denunciar essas práticas.

O dirigente defende a conjugação de acções para ultrapassar esse mal que segundo afirmou, degrada as condições de vida da população e retarda o desenvolvimento do país.

Cuanza Norte

Em Ndalatando, província do Cuanza Norte, o primeiro secretário provincial do MPLA, Adriano Mendes de Carvalho, solicitou o envolvimento dos cidadãos para travar os actos de corrupção e outros males que enfermam as comunidades.

Mendes de Carvalho reiterou a união de sinergias, a fim de prevenir futuros actos lesivos ao interesse público.

Namíbe

Na província do Namibe, o segundo secretário provincial do MPLA, Augusto Sabino, recomendou aos membros da JMPLA, braço juvenil daquele partido, maior dinamismo para quem vai se candidatar ao cargo de primeiro secretário municipais.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.