Portal de Angola
Informação ao minuto

Dívidas Ocultas: Filho de Guebuza vai aguardar julgamento na prisão, decide o Tribunal Supremo

No meio, Ndambi Guebuza, com o pai Armando Guebuza à sua esquerda. (DR)

Ndambi Guebuza, filho do ex-estadista moçambicano Armando Guebuza, deve aguardar julgamento na prisão por envolvimento do escândalo das dividas ocultas, decidiu o Tribunal Supremo.

Na mesma situação, escreve “O País”, de Maputo, citado pela VOA, estão os antigos chefes da Secreta moçambicana, Gregório Leão e António do Rosário, e o jovem Bruno Tandane, descrito como empresário.

Na altura da contratação das dividas ocultas, alegadamente para projectos pesqueiros e de segurança marítima, Leão era director geral dos Serviço de Informações e Segurança do Estado e Do Rosário era seu braço direito e responsável pela área de inteligência económica.

Os quatro haviam submetido pedidos de habeas corpus, procedimento que poderia lhes garantir aguardar o julgamento em liberdade, mas, esta semana, o Tribunal Supremo indeferiu.

Ligado ao mesmo processo, continua detido, na África do Sul, o ex-ministro das Finanças e deputado, Manuel Chang.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »