Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Intruso infiltrou-se no Palácio de Buckingham enquanto a rainha dormia

Palácio de Buckingham (DR)

Portal de Angola|Osvaldo de Nascimento

Um intruso estava à solta no Palácio de Buckingham às 2 da manhã de ontem, quarta-feira, enquanto a rainha dormia a poucos metros de distância.

O The Sun revela que o homem, 22 anos, conseguiu escalar uma cerca na frente do prédio para entrar na casa da monarca de 93 anos, onde conseguiu derrubar as portas da residência.

Fontes dizem que a polícia levou cerca de quatro minutos para prendê-lo enquanto tentavam avaliar se estava armado – o que causou pânico no Palácio em relação à enorme falha de segurança.

Há temores de que o homem esteva a tentar “uma operação igual a de Michael Fagan”, que ficou famoso por entrar no quarto da rainha há quase 37 anos.

“Ele estava determinado a entrar no palácio e estava batendo as portas, mas, graças a Deus, desta vez tudo foi trancado.”

A bandeira real Royal Standard estava desfraldada, o que, segundo o “Sun”, sugere que o intruso sabia que a rainha se encontrava no interior do palácio e que ele poderia estar a tentar chegar ao seu quarto.

MICHAEL FAGAN, O INTRUSO QUE FALOU COM A RAINHA SENTADO AO FUNDO DA CAMA REAL

O jornal escreve que a intrusão é um golpe devastador nas operações de segurança do palácio, que já foi alvo de uma série de incidentes semelhantes. O mais famoso aconteceu às 7h15 da manhã de 9 de julho de 1982, quando Michael Fagan, um desempregado de 31 anos, escalou as paredes do edifício e entrou no quarto da rainha.

Fagan começou por contar à monarca os problemas da sua família. A rainha premiu o botão de pânico que se encontra ao lado da cama mas não obteve resposta. Em seguida, ligou à operadora mas esta pensou tratar-se de uma partida de um funcionário do palácio.

O intruso partiu um grande cinzeiro de vidro e, sentado ao fundo da cama da rainha, ameaçou cortar os próprios pulsos. Foi Paul Whybrew, um assessor de longa data da rainha e que ainda hoje trabalha no palácio, que veio em seu socorro. Whybrew ofereceu uma bebida a Fagan, acabando por conseguir expulsá-lo para o exterior, onde uma criada chamou um agente da polícia.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »