Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Donald Tusk promete ajudar a Geórgia a integrar a UE

(REUTERS/Francois Lenoir (BELGIUM - Tags: POLITICS) - RTR2QJTO)

Euronews

Donald Tusk prometeu ajudar a Geórgia a integrar a comunidade europeia. O presidente do Conselho Europeu discursou na Conferência Internacional de Batumi, dedicada ao 10º aniversário da Parceria Oriental da União Europeia.

A Conferência tem como objetivo avaliar a Parceria e os principais resultados. Tusk pegou nas palavras de Putin que afirmou em 2005 que o colapso da URSS União Soviética foi a maior catástrofe geopolítica: “Hoje, na Geórgia, quero dizer alto e em bom som: o colapso da União Soviética foi uma bênção para georgianos, polacos e ucranianos, assim como para toda a Europa central e oriental – e estou convencido que para os russos também.”

Tusk também criticou a recente decisão da Rússia relativa à suspensão de voos para a Geórgia e o pedido de Moscovo para que todos os cidadãos russos abandonassem o país. A vice-presidente do Bundestag alemão, Claudia Roth juntou-se às vozes críticas. “Não devemos esquecer quem foi o conquistador e quem é que ocupou – foi a Rússia de Putin e, portanto, não diria que a Rússia é um inimigo, mas a política feita pelo Sr. Putin não é uma política amigável. A repressão e o cancelamento de todos os voos da Rússia para a Geórgia tem consequências económicas terríveis. Esta não é a melhor forma de lidar com o vizinho.”

Segundo os georgianos os recentes protestos anti-rússia visam políticos russos e não o povo russo que é bem-vindo à Geórgia. O país espera que os turistas russos possam regressar assim que o tráfego aéreo seja restabelecido – segundo o Kremlin é algo que pode acontecer em breve.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »