Portal de Angola
Informação ao minuto

“Pode ficar à espera que o Diabo chegue. Mas espere sentado”

(Pedro Nunes, Lusa)

TVI24 | MSN

O PSD acusou, esta quarta-feira, o Governo e António Costa de “fugir das responsabilidades” ao longo de toda a legislatura. Na interpelação ao Governo, no Debate do Estado da Nação, o deputado Social-democrata António Leitão Amaro acusou o primeiro-ministro de “fazer tudo para ter o poder e, quando há asneira, logo fugir às responsabilidades”.

“O senhor nega sempre tudo. (…) Os serviços públicos nos mínimos e a carga fiscal nos máximos, da gestão danosa da Caixa à multiplicação da família socialista na Administração, o senhor nega sempre tudo e esconde tudo.”

Leitão Amaro considerou ainda esta governação de ter “um resultado medíocre”. “Garantiu que ia trazer paz social, mas as greves não param. Só na Saúde, já se perderam mais do dobro dos dias de trabalho do que no ano anterior”, disse Leitão Amaro.

O deputado social-democrata acusou ainda Costa e ter prometido acabar com a emigração, mas, “nesta legislatura, já mais 300 mil portugueses saíram do país”.

“Portugal cresce menos do que todos os países com quem compete e com quem se compara. Que tristeza! (…) O vosso caminho errado, a vossa falta de reformas, o vosso único programa foi desfazer, desfazer reformas. (…) Na vossa cegueira ideológica tudo fizeram para acabar com as melhores escolas e melhores hospitais”, acusou.

“Prometeu que ia trazer um Simplex que ia fazer a vacas voar e os portugueses ficaram à espera e Portugal tornou-se num país à espera. (…) Os portugueses olharão para trás e não perdoarão a este Governo e a este primeiro-ministro.”

António Costa rebateu e assegurou responder com “factos”, sublinhando que Portugal “pela primeira vez está crescer acima da média europeia” e defendeu que, em 2015, a Direita foi “medíocre na previsão”.

“Ainda bem que está sentado, porque quem vai ficar a espera que o Diabo chegue é o senhor. Mas pode esperar sentado”, respondeu António Costa.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »