Portal de Angola
Informação ao minuto

Mortes por tuberculose aumentam em Malanje

DOENTES DE TUBERCULOSE (ARQUIVO) (FOTO: DOMINGOS NICOLAU)

Quarenta e um pessoas morreram vítimas der tuberculose pulmonar no hospital Sanatório de Malanje, durante o primeiro semestre deste ano, mais 30 em relação a igual período anterior, informou hoje (quarta-feira) à Angop, o porta-voz da instituição, Barros João Bernardo.

De acordo com o responsável, o aumento de mortes deve-se, provavelmente, ao fluxo migratório da população das zonas rurais para a cidade de Malanje, aliada a cultura que as pessoas vêm ganhando nos últimos de aderir aos serviços de saúde.

Lamentou o facto de muitos doentes serem abandonados no hospital pelos familiares, tendo apontado o registo de 24 casos de abandono registados nos últimos seis meses.

Outra preocupação, segundo disse, deve-se a aglomeração de muitos pacientes no hospital provincial sanatório, porque os municípios de Malanje não estão vocacionados para o tratamento da tuberculose.

Realçou ainda que no período em balanço, o hospital sanatório atendeu 2 mil e 976 pacientes nas consultas externas, mais 2 mil e 421 comparativamente ao primeiro semestre de 2018.

Relativamente aos fármacos, fez saber que a província é abastecida regularmente pelas autoridades afins.

Actualmente o hospital sanatório controla 334 pacientes internados e em tratamento ambulatório.

A tuberculose pulmonar é uma doença bacteriana causada pela bactéria Mycobacterium tuberculosis, também conhecida como bacilo de Koch, geralmente transmitida de forma aérea, através de gotículas provenientes de tosse ou espirro de uma pessoa infectada.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »