Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Mísseis de fabrico norte-americano capturados em base rebelde na Líbia

(DR)

Os mísseis de fabricação americana descobertos pelas forças leais ao Governo de União Nacional (GNA) líbio numa base de seus adversários fieis ao marechal Haftar pertencem à França, afirmou nesta quarta-feira o ministério francês da Defesa.

“Os mísseis Javelin encontrados em Gharian (oeste) pertencem ao Exército francês, que os comprou dos Estados Unidos”, admitiu Paris, confirmando uma informação do New York Times.

De acordo com a Reuters, o jornal americano atribuiu na terça-feira à França a propriedade dos três mísseis, que caíram nas mãos de combatentes do homem forte do leste da Líbia, Khalifa Haftar, embora o país esteja sujeito a um embargo de armas ordenado pelo ONU.

“Estas armas eram destinadas à autoproteção de um destacamento francês destacado para fins de inteligência antiterrorista”, explicou o ministério francês, confirmando a presença de forças francesas no território líbio.

Estas munições “danificadas e inutilizáveis” foram “temporariamente armazenadas em um armazém para posterior destruição e não foram entregues para as forças locais”, disse Paris, que negou ter fornecido o armamento às tropas de Haftar, mas não explicou como acabaram na suas mãos .

Inicialmente, suspeitou-se que os mísseis Javelin pertenciam aos Emirados Árabes Unidos, que negaram categoricamente.

As Nações Unidas renovaram em junho por um ano uma operação europeia para controlar o embargo de armas à Líbia.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »