- Publicidade-
Rádio Calema
Inicio Mundo África HRW pede investigação independente a violações de direitos humanos no Sudão

HRW pede investigação independente a violações de direitos humanos no Sudão

A organização de defesa de direitos humanos Human Rights Watch (HRW) pediu nesta terça-feiro aos líderes do Sudão que facilitem uma investigação internacional “eficiente” dos “assassínios e abusos” contra os manifestantes no país desde Dezembro de 2018, quando eclodiu o movimento que derrubou o antigo Presidente Omar al-Bashir.

A directora-adjunta da organização para África, Jehanne Henry, disse, citada pela VOA, que “com centenas de assassinatos e muitos mais feridos, o povo sudanês tem o poder de exigir respostas e justiça”.

Por seu lado, especialistas das Nações Unidas também desafiaram os líderes do Sudão a acabar com o seu horrível legado de violência e a respeitar os direitos se quiserem construir uma sociedade pacífica e estável.

A assinatura formal do acordo para a criação de um Governo civil entre o Conselho Militar de Transição e a Aliança das Forças para a Mudança, na oposição, está prevista para acontecer ainda hoje, depois de as partes terem chegado a um consenso na sexta-feira, 5.

- Publicidade -
- Publicidade -

Número de endividados sem capacidade de pagamento atinge 4,6 milhões no Brasil

Cerca de 4,6 milhões de endividados no Brasil devem a instituições financeiras mais do que podem pagar. O Banco Central (BC) divulgou nesta quinta-feira (4)...
- Publicidade -

Homem esfaqueia 37 crianças e dois adultos numa escola da China

Um segurança de uma escola primária na cidade de Cangwu, no sul da China, esfaqueou pelo menos 39 pessoas, nesta quinta-feira, 4. "Trinta e sete...

Lunda Norte ganha praça da cultura

Uma praça da cultura está ser construída no distrito urbano do Dundo, defronte o Museu Regional, para permitir aos artistas a comercialização dos seus...

Trump soma à lista negra de sanções dos EUA intermediária de remessas em Cuba

O governo de Donald Trump somou nesta quarta-feira (3) à lista de entidades sancionadas pelos Estados Unidos a empresa cubana Fincimex, a instituição financeira...

Notícias relacionadas

Número de endividados sem capacidade de pagamento atinge 4,6 milhões no Brasil

Cerca de 4,6 milhões de endividados no Brasil devem a instituições financeiras mais do que podem pagar. O Banco Central (BC) divulgou nesta quinta-feira (4)...

Homem esfaqueia 37 crianças e dois adultos numa escola da China

Um segurança de uma escola primária na cidade de Cangwu, no sul da China, esfaqueou pelo menos 39 pessoas, nesta quinta-feira, 4. "Trinta e sete...

Lunda Norte ganha praça da cultura

Uma praça da cultura está ser construída no distrito urbano do Dundo, defronte o Museu Regional, para permitir aos artistas a comercialização dos seus...

Trump soma à lista negra de sanções dos EUA intermediária de remessas em Cuba

O governo de Donald Trump somou nesta quarta-feira (3) à lista de entidades sancionadas pelos Estados Unidos a empresa cubana Fincimex, a instituição financeira...

Tribunal Constitucional chumba pedido de Habeas Corpus de ex-ministro Augusto Tomás

O Tribunal Constitucional (TC) chumbou esta semana o pedido de Habeas Corpus interposto pela equipa de advogados do ex-ministro dos Transportes, Augusto Tomás, o...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.