- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Economia Cuanza Sul: Sumbe ganha centro de salga e secagem do pescado

Cuanza Sul: Sumbe ganha centro de salga e secagem do pescado

Angop

A Comunidade piscatória das Salinas, zona litoral da cidade do Sumbe, província do Cuanza Sul, ganhou, hoje um centro de salga e secagem do pescado com uma capacidade de 16 toneladas de peixe por semana.

O centro ocupa uma área de 800 metros quadrados integra uma nave com quatro secadores construídos de raiz, orçado em 17 milhões de Kwanzas, financiados pelo Governo do Cuanza Sul, no quadro das Despesas de Apoio ao Desenvolvimento (DAD) , cuja entrega à 32 mulheres processadoras contou com a presença do Governador local , Job Castelo Capapinha .

Esta é o terceiro projecto entregue à cooperativas de mulheres processadoras do pescado sendo o primeiro no Quicombo ( Sumbe) em 2013 e o município do Porto Amboim em 2015 .

A entrega deste projecto é parte de um programa de actividades iniciadas nesta Quinta-feira, pelo Governador da província do Cuanza Sul, na comuna da Amboiva (Seles) onde fez entrega a 16 antigos combatentes , quatro tanques para a produção e comercialização de duas mil tilápias por mês bem como, uma tonelada de ração, um projecto avaliado em seis milhões 590.284 Kwanzas.

Mereceu, igualmente uma visita de trabalho o município do Porto Amboim, onde o governante entregou 35 embarcações de pesca continental a uma cooperativa de pescadores locais com as referidas artes de pesca.

A efectuar um balanço, o Governador do Cuanza Sul disse que “ quando cheguei , a 11 de Janeiro último, a província disse que iria-me dedicar ao sector das Pescas e da Agricultura, por terem grandes potencialidades na região e urge a necessidade de os alavancar visando ao desenvolvimento e bem estar das populações”.

“ Quero que estes projectos possam ajudar no rendimento dos beneficiados e suas famílias e ajudem a outros no combate à fome e a Pobreza, no qual solicitamos que os mesmos o cuidam e criem autosustento visto que o Governo não vai retornar para novas entregas ” disse.

Instou aos beneficiários a primarem pela qualidade do pescado com higienização de tal formas que o cliente obtenha o peixe com garantia de segurança alimentar.

Ao Gabinete Provincial das Pescas e do Mar recomendou a monitoria dos projectos regulares para conferir a sua materialização e o crescimento dos mesmos.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.