InicioAngolaSociedadeBombeiros registam 526 mortes na época balnear 2018/2019

Bombeiros registam 526 mortes na época balnear 2018/2019

O Serviço de Protecção Civil e Bombeiros (SNPCB) registou 526 mortes na época balnear 2018/2019 em todo país, menos 29 em relação a igual período anterior, dum total de 734 ocorrências diversas (-265).

A época balnear no país, inicia em 15 de Agosto e termina a 15 de Maio.

Segundo a Angop, dos afogamentos 151 ocorreram em praias marítimas (- 24), 244 em praias fluviais (-1), cinco em piscinas (+5), assim como 126 em cacimbas, tanques, lagoas, inundações, fossas sépticas e reservatórios de água (+91).

As províncias mais afectadas foram Luanda, com 80 afogamentos, Benguela (48), Huambo (60), Bié (45), Lunda Norte (37), Namibe (30), Huíla (28) e Cuanza Sul (29).

Os dados foram avançados hoje (quinta-feira), pelo director nacional de resgate e salvamento do SNPCB, João Bernardo Ambrósio, quando apresentava o balanço da época balnear 2018/2019.

Informou que a negligência e o desacato foram as principais causas de afogamentos, associados as correntes (10%), má natação (14%), exaustão física (55%), consumo excessivo de bebidas alcoólicas e outras drogas ilícitas (15%) e doença súbita (6%).

Quanto as ocorrências gerais foram igualmente registados 190 salvamentos em iminência de afogamento (-43), seis desaparecidos no meio aquático foram (+6), um ferido (-177) e 11 ataques de animais no meio aquático (+10).

Os bombeiros realizaram 18.324 actividades operativas (+9.069) que se incidiram em 10.099 protecções (+4.666), 190 salvamentos de banhistas (+22), 63 resgates de vítimas (-374), 29 buscas (-4), 7.339 patrulhamentos (+4.297), 127 asseguramentos (+16) e dois resgates de embarcações.

As actividades profiláticas foram 4.671 (-2.217) que se consubstanciaram na sensibilização, palestras, levantamentos e vistorias, visando a prevenção destes acidentes.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.