Portal de Angola
Informação ao minuto

Um ponto de ordem, Sr. Ministro

Ângelo Veiga Tavares (DR)

No pretérito dia 22 de Junho, o ministro do Interior, Ângelo de Viegas Tavares, anúncio no seu discurso alusivo a mais uma risonha Primavera do ministério de tutela, o incremento salarial e por orientação presidencial o pagamento imediato aos efectivos.

Importa salientar que o aumento salarial é bom e benéfico, mais não passa de uma medida temporária, prevendo-se nos próximos meses baixa no poder de compra dos efectivos, devido às taxas cambiais que vão subindo dia após dia.

Quero com isso dizer que, fora a condição salarial, é necessário que se melhore as condições sociais quer pessoal como de trabalho, através de políticas e estratégias sociais sólida e concisas, muitas vinda de exemplos passados como no mandato do camarada Fernando da Piedade Dias dos Santos”Nando” épocas estas em que os efectivos tinham cartão de compras, talho para os policias e outras.

É bem verdade que o momento actual vivido pela escassez financeira não nos levaria ao tempo remoto o que não impede ao ministro e órgãos de tutela, a criação de condições sociais para os efectivos através de convénios com empresas públicas e privadas( supermercados,imobiliárias,concessionarias etc) que pudessem facilitar a vida social do efectivos, através de créditos e liquidação parceladas de bens e imóveis, onde o MININT serviria de avalista.

Por Nelson Lukoki, professor universitário

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »