Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Trump afirma que Venezuela pode se tornar ‘vila fantasma’ devido à emigração

(© REUTERS / Kazuhiro Nogi / Pool)

O presidente dos EUA, Donald Trump, disse no sábado que “tantas pessoas estão deixando a Venezuela” que o país pode se tornar “uma vila fantasma”.

Durante uma colectiva de imprensa, no final do segundo dia da cimeira do G20 em Osaka, escreve a Sputnik, o presidente dos Estados Unidos descreveu a situação no país caribenho como uma “catástrofe” e conjecturou que “é isso que o socialismo pode fazer”.

“É uma coisa muito ruim o que está acontecendo na Venezuela, na verdade ninguém viu algo assim”, disse Trump, adicionando que tinha “cinco estratégias diferentes” sobre o país latino-americano, enquanto esclareceu que sua abordagem quando ao país “poderia mudar” em qualquer momento.

O presidente norte-americano também denunciou que aquilo que está fazendo o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, “simplesmente não funciona” e recordou que há duas décadas Venezuela era “um dos países mais ricos”.

Trump fez essas declarações pouco depois de os EUA terem imposto sanções contra dois ex-funcionários venezuelanos e contra Nicolás Maduro Guerra, filho do presidente da Venezuela.

Até que ponto os números são reais?
Historicamente, a Venezuela tem sido caracterizada como receptora de imigrantes. A percentagem daqueles que chegavam era maior do que a dos que saíam. Nos últimos anos, no entanto, a situação difícil da Venezuela, que foi impulsada, entre outros factores, pela queda sustentada dos preços do petróleo e sanções unilaterais impostas pelos EUA, fez com que uma parte de seus habitantes decidisse emigrar e que, pela primeira vez em décadas, o país sul-americano deixasse de ter um saldo migratório positivo.

No início de Junho, a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) indicou que o número de venezuelanos que tinham saído de se país atingiu quatro milhões.

No entanto, o chanceler venezuelano Jorge Arreaza condenou a agência por “reciclar” a questão da migração e publicar números “inflados” para pedir “mais recursos com destino incerto” e agredir seu país após o fracassado golpe de estado de 30 de Abril.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »