Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Cunene: Ordem dos Enfermeiros quer actualização regular da classe

RETRATO DE ENFERMEIROS EM PLANO EXERCÍCIO LABORAL. (FOTO: DINIZ SIMÃO)

A necessidade da actualização regular dos técnicos de enfermagem em matérias de saúde pública, foi defendida este sábado, pelo presidente da Ordem dos Enfermeiros na província do Cunene (OEA), Eduardo Haiumba.

Em declarações à Angop, o responsável disse que o enfermeiro deve estar bem munido de conhecimentos para exercer com mais profissionalismo e qualidade o seu trabalho de prevenir doenças, prolongar a vida e promover a saúde dos cidadãos.

“As actualizações devem ser realizadas pelo menos duas vezes por ano, em cada unidade sanitária da província, para os técnicos prestarem com sabedoria um atendimento humanizado e saberem examinar com rigor e qualidade os pacientes”, referiu.

Explicou que as acções do género têm acontecido por ano uma vez e de forma esporádica, o que acaba de deixar enfermeiros de alguns postos de saúde e centro médicos sobretudo em zonas rural entre dois a um ano sem beneficiar de formação.

Eduardo Haiumba esclareceu que o técnico de enfermagem joga um papel multifacetado no exercício da profissão em prevenir doenças e salvar vidas junto das comunidades.

O Conselho Provincial da Ordem dos Enfermeiros de Angola (OEA) no Cunene, foi criado em 2007 e conta com 117 técnicos de enfermagem dos quais 105 enfermeiros com carteira profissional.

A província tem uma rede hospitalar composta por 146 unidades sanitárias, entre as quais 41 centros de saúde, sete hospitais e 98 postos de saúde, assegurados por 77 médicos e 946 enfermeiros.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »