Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Candidaturas na UNITA apresentadas em Setembro

(Foto: Facebook)

Os aspirantes ao cargo de presidente da UNITA deverão formalizar as suas candidaturas no período entre 16 e 30 de Setembro, informou ontem, em Luanda, uma fonte da direcção do partido, que entretanto não confirmou a continuidade ou não de Isaías Samakuva no cargo, avança o JA.

O presidente da UNITA convocou, na terça-feira, para o período entre 13 e 15 de Novembro deste ano, em Luanda, o XIII Congresso Ordinário do partido, que além da eleição de uma nova direcção (presidente e comissão política) deve igualmente fazer uma revisão aos estatutos e avaliar e redefinir – caso for necessário – a linha político-ideológica do partido.

“A questão da continuidade ou não do presidente Samakuva ainda continua em aberto”, disse a fonte do Jornal de Angola, questionada sobre o assunto. Há 16 anos na liderança da UNITA, depois de ser eleito nos quatro congressos anteriores, Isaías Samakuva já anunciou, publicamente, a intenção de deixar a presidência do partido no próximo congresso, agora convocado para Novembro.

Entretanto, uma corrente do partido defende a continuidade do actual líder. Entre as figuras na actual direcção do partido que defendem a continuidade de Samakuva está Alcibiades Kopumi, que, meses atrás, escreveu, na sua página do Facebook, que apoia a ideia do actual presidente da UNITA concorrer para mais um mandato de quatro anos, que, no caso, seria o quinto.

Segundo Kopumi, com a recandidatura de Isaías Samakuva, a UNITA deixaria de ter a possibilidade de conhecer uma outra figura como candidato do partido nas eleições gerais de 2022. Secretário provincial da UNITA na Huíla no período entre 2016 e 2018, Alcibiades Kopumi sustenta ainda a sua tese com as “impressionantes energia e capacidade de trabalho” de Isaías Samakuva, apesar da idade: 73 anos.

“Aprecio bastante as qualidades do presidente Isaías Samakuva, tais como o seu empenho e espírito de missão, a honestidade, circunspecção e sabedoria”, acrescentou.

Entretanto, há já dois anos que algumas figuras de proa do partido estão a ser cogitadas para suceder a Isaías Samakuva. Entre essas figuras estão Lukamba Paulo “Gato”, que, em 2002, coordenou a antiga comissão de gestão da UNITA até à eleição de Samakuva, em 2003.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »