Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Lobito: Polícia acusada de espancar mortalmente pai de três filhos

Burlador detido pela Polícia Nacional (DR)

VOA | João Marcos

Em Benguela a polícia diz estar a investigar acusações da morte de um carpinteiro após ter sido alegadamente espancado por agentes dos Serviços de Investigação Criminal (SIC).

João Capingala, 36 anos de idade, morreu na última semana, vítima de lesões traumáticas provocadas por instrumentos contundentes, conforme a autópsia em posse de familiares.

Capingala foi preso na sequência da queixa de um cidadão que alegadamente o acusou de incumprimentos numa obra.

A vítima, segundo Rafael Augusto, um primo, foi brutalmente espancado pelos agentes tendo ficado “debilitado”.

“A polícia levou-o ao hospital, onde apanhou algumas picas. Mesmo não tendo um bom estado clínico, continuou encarcerado na cela, mas foi libertado mais tarde, acabando por morrer já em casa. Foi massacrado como se fosse um animal’’,disse Rafael.

O porta-voz do Comando Provincial da Polícia Nacional , superintendente-chefe Francisco Tchango, já veio a público esclarecer que uma equipa da corporação e outra do SIC trabalham para uma eventual responsabilização dos culpados.

‘’Se se apurar que as evidências apontadas pela família são reais, os culpados serão responsabilizados do ponto de vista criminal e disciplinarmente”, disse.

“Prometemos esclarecer tudo nas próximas horas”, acrescentou.

João Capingala deixa três filhos.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »