Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Hospital Geral de Ondjiva necessita de 35 médicos

HOSPITAL GERAL DE ONDJIVA (FOTO: JOSÉ CACHIVA)

Trinta e cinco médicos são necessário no Hospital Geral de Ondjiva, província do Cunene, para o reforço do corpo clínico, informou, esta quarta-feira, o director clínico da instituição, Tchimali Florim.

Em declaração à Angop, o responsável informou que são necessários especialistas de ginecologia, ortopedia, cirurgia, oncologista e bloco operatório.

Actualmente o Hospital Geral Ondjiva, a maior unidade hospitalar no Cunene, conta com 35 médicos, insuficiente para a cobertura diária de 600 a 700 cidadãos provinientes dos vários pontos da província à procura dos serviços do banco de urgência e consultas externas.

Tchimali Florim sublinhou que a situação já é do domínio do Gabinete da Saúde no Cunene e há garantias de cinco novos médicos para o hospital.

No concurso público de 2018, o Cunene foi abrangido com 43 vagas para novos médicos.

O Hospital Geral de Ondjiva, com 250 leitos, conta com 35 médicos e 270 enfermeiros.

A província do Cunene conta com 80 médicos de diversas especialidades, dos quais 47 nacionais e 33 estrangeiros, distribuídos em 146 hospitalares.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »