Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Gráficas sabotam jornais críticos do governo angolano, diz propietário do Hora H

Ardina em Luanda (DR)

VOA

Proprietários de dois jornais privados angolanos acusaram companhias gráficas de se recusarem a imprimir as suas publicações a troco de pagamentos do partido no poder.

Escrivão José, director e proprietário do jornal Hora H, disse que “o governo do MPLA chega mesmo a pagar às gráficas para não imprimirem esse ou aquele jornal por entenderem ser crítico”.

José, que falava no lançamento do site do seu jornal, como forma de evitar os bloqueios governamentais disse ainda que é difícil a sobrevivência dos jornais privados em Angola.

A acusação é partilhada por Caxala Neto, proprietário do jornal Visão, que diz viver enormes dificuldades para se poder sobreviver.

“A partir de agora pode se declarar uma guerra entre a imprensa e o governo angolano, uma vez que o governo só cria dificuldades”, disse.

O Secretário Geral do Sindicato dos Jornalistas Angolanos, Teixeira Cândido disse desconhecer o assunto e apela os proprietários a informarem o sindicato e a Entidade Reguladora da Comunicação Social em Angola -ERCA, para que essas instituições possam tomar uma posição.

A VOA ouviu o presidente da ERCA, Adelino de Almeida, que sem gravar entrevista negou tecer qualquer comentário sobre o assunto.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »