Portal de Angola
Informação ao minuto

Defesa acusa polícia de mentir no caso do pastor evangélico morto no Brasil

Deputada Flordelis era casada com a vítima e está entre os suspeitos (DR)

A investigação da morte do pastor evangélico Anderson do Carmo, marido da deputada conhecida como Flordelis, sofreu uma reviravolta que adensa o mistério sobre o homicídio, executado com 30 tiros ao chegar a casa na madrugada de dia 16. O advogado de um dos filhos do casal que, segundo a polícia, confessou o crime, desmentiu esta versão.

A polícia, avança o CM, afirmou que Flávio dos Santos, de 38 anos, filho de Flordelis e enteado do pastor, confessou ter usado uma arma comprada por um irmão, Lucas dos Santos, de 18 anos. Os dois foram presos e o crime parecia desvendado, mas o desmentido do advogado complica tudo.

Na segunda-feira, Flordelis depôs durante 10 horas e manteve a versão de que o marido foi morto por assaltantes. Ela e o pastor tinham 55 filhos, entre biológicos e adotados, e todos os que estavam no imóvel, inclusive a deputada, são considerados suspeitos pela polícia.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »