Portal de Angola
Informação ao minuto

Cuando Cubango com mais de Akz 15 mil milhões para acções sociais

(DR)

Quinze mil milhões, 402 milhões, 276 mil e 406 Kwanzas é o valor global que os nove municípios do Cuando Cubango vão receber para executar as acções sociais a partir do segundo semestre deste ano, no âmbito do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM).

O facto foi avançado hoje, quarta-feira, em Menongue, capital da província, à imprensa, pela vice-governadora para o sector político, social e económico, Sara Luísa Mateus.

O Executivo, segundo informa Angop, pretende com o PIIM, cujo lançamento acontece nesta quinta-feira, em acto a ter lugar na capital angolana (Luanda), desconcentrar a gestão financeira para, deste modo, permitir que os administradores possam executar os projectos locais, tendo em conta as necessidades e prioridades de cada municipalidade nos sectores que garantam o bem-estar social das populações locais.

O PIIM terá uma duração de um ano, sendo executado 2020.

Segundo a responsável, as prioridades para o Cuando Cubango já estão definidas, destacando-se os sectores de energia, água, saneamento básico, educação, saúde e vias de comunicação.

Explicou que os sectores de energia e águas, saúde e educação terão intervenção dos departamentos ministeriais e outros valores serão alocados nos municípios.

Desta feita, Menongue irá receber, só para o saneamento básico, mais de 332 milhões de Kwanzas, Cuchi mais de 268 milhões, Cuito Cuanavale mais de 230 milhões e os restantes municípios valores na ordem de 93 milhões Kwanzas.

De acordo com Sara Mateus, em termos gerais, todos os municípios terão uma alocação estratégica de um valor único equivalente a 336 milhões de Kwanzas.

Precisou que o governo provincial, no quadro das vias de comunicação, tem com prioridade o troço Cuito Cuanavale/Mavinga, cerca de 200 quilómetros, porquanto se recebeu 4 mil milhões e 200 milhões de Kwanzas, embora seja ainda exíguo.

Reconheceu que as vias de acesso constituem um dos maiores problemas, pelo nos próximos tempos será necessário melhor definido as prioridades neste sector.

No sector da educação, com uma verba de mais de 3 mil milhões, 744 milhões de Kwanzas, a prioridade será reduzir-se, significativamente, o número de alunos fora do sistema de ensino, através da construção de novas salas de aula.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »