Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Antigo cônsul da Guiné-Bissau será enterrado amanhã em Luanda

(DR)

José Isaac Silva faleceu na madrugada do último Domingo, na Clínica Sagrada Esperança, onde deu entrada na Sexta-feira gravemente ferido por dois tiros que sofrera dias antes, em Viana.

O crime ocorreu por volta das 9h00 de Terça-feira, nas imediações da Vila de Viana, envolvendo três marginais que se apoderaram do fio e da mascote de ouro da vítima. José Isaac Silva estava a caminho da Associação dos Empresários da Comunidade dos Países de Língua Oficial Portuguesa.

Ao longo do trajecto, avança OPAÍS, parou a viatura para uma situação pontual e apareceram os malfeitores que partiram o vidro, dispararam e receberam os seus pertences.

Fernanda Maria Silva declarou, à Angop, que os disparos (à queima roupa) foram protagonizados por desconhecidos, na zona de Viana, onde trabalhava. Os tiros atingiram o braço esquerdo e o abdómen. A vítima de imediato foi encaminhada para uma clínica de Viana e mais tarde transportado para o Hospital Américo Boavida.

Dois dias depois, foi transferido para a Sagrada Esperança, onde acabou por morrer. O Serviço de Investigação Criminal (SIC) de Luanda garante que está trabalhar para identificar e prender os responsáveis pelo crime. José Isaac Silva foi cônsul-geral da Guiné-Bissau em Angola de 2003 a 2013. Até à sua morte era vice-presidente da Associação dos Empresários da Comunidade dos Países de Língua Oficial Portuguesa.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »