- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Destaques 14 333 pessoas assassinadas no México entre Janeiro e Maio

14 333 pessoas assassinadas no México entre Janeiro e Maio

o México registaram-se 2903 homicídios no passado mês de Maio, elevando para 14 133 o número de assassinatos ocorridos desde o princípio do ano, informou o Secretariado Executivo do Sistema Nacional de Segurança Pública.

De acordo com o mesmo organismo os números referentes ao corrente ano indicam que se verifica uma média de 94 assassinatos por dia no país.

O balanço do passado mês de maio aumentou em 13 o número de casos ocorridos em igual período de 2018.

De acordo com o DN que cita a Lusa, Maio é até ao momento o mês mais violento de 2019, registando 2903 homicídios, seguido do mês de Abril altura em que se verificaram 2724 assassinatos.

No total, entre Janeiro e maio deste ano, as autoridades registaram 14 133 homicídios sendo que em igual período do ano passado 13 298 pessoas foram vítimas de assassinato, o que corresponde a um aumento de 6,3%.

As zonas com mais homicídios em maio foram os Estados de México com 328 casos, Baixa Califórnia com 288, Jalisco com 284, Chihuahua com 278, Guanajuato com 256, Vera Cruz 231, Michoacán 244, Cidade de México (Distrito Federal) 238 e Guerrero 220.

No México registaram-se 33 369 homicídios em 2018, considerado o ano mais violento desde 1997, altura em que as autoridades iniciaram a contabilidade oficial sobre o número de crimes violentos no país.

Em maio de 2019 foram também reportados 153 sequestros, um aumento de 62 casos em relação aos 91 casos registados no mês anterior.

Desde o início do ano foram quantificados 684 casos de sequestro.

No sentido de combater a delinquência e combater a elevada taxa de assassinatos, o governo do presidente, Andrés Lopez Obrador, criou a Guarda Nacional que é constituída por polícias e militares.

- Publicidade -
- Publicidade -

Capital da Bielorrússia é abalada por explosões

A capital da Bielorrússia, Minsk, foi atingida por explosões neste domingo (9). O país regista protestos após as eleições presidenciais. A candidata oposicionista Sviatlana Tsikhanouskaya...
- Publicidade -

A embriaguez pela leitura

Para satisfazer um vasto número de leitores que solicitaram a peça tomei a liberdade de a colocar outra vez on line, desta vez, no...

Ana Gomes: a activista com alma de ONG que não quer ser politicamente correcta

Bastaram duas perguntas para assumir que não trabalha para agradar a todos, mas sim para desagradar a muita gente. Diz que as conquistas lhe...

David Quammen: “Vêm aí outras pandemias e esta não se vai embora nunca mais”

Já andou à procura de galinhas com influenza, de morcegos com SARS, e do ébola. Foi perseguido por elefantes, dormiu ao relento e entrevistou...

Notícias relacionadas

Capital da Bielorrússia é abalada por explosões

A capital da Bielorrússia, Minsk, foi atingida por explosões neste domingo (9). O país regista protestos após as eleições presidenciais. A candidata oposicionista Sviatlana Tsikhanouskaya...

A embriaguez pela leitura

Para satisfazer um vasto número de leitores que solicitaram a peça tomei a liberdade de a colocar outra vez on line, desta vez, no...

Ana Gomes: a activista com alma de ONG que não quer ser politicamente correcta

Bastaram duas perguntas para assumir que não trabalha para agradar a todos, mas sim para desagradar a muita gente. Diz que as conquistas lhe...

David Quammen: “Vêm aí outras pandemias e esta não se vai embora nunca mais”

Já andou à procura de galinhas com influenza, de morcegos com SARS, e do ébola. Foi perseguido por elefantes, dormiu ao relento e entrevistou...

Juan Carlos, rei emérito de Espanha, tem garagem com carros de sonho

Tal como o seu avô, Alfonso XIII, o monarca é um apaixonado por automóveis e por velocidade desde tenra idade. Vivem-se tempos muito turbulentos na...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.